Economia

Presidente da Rede Bahia recebe outorga da Ordem do Mérito Industrial da CNI

Evento aconteceu na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), localizada no Stiep, e contou com a presença de importantes personalidades políticas

Lívia Oliveira (liviaoliveira.ibahia@gmail.com)
- Atualizada em

 Nesta quinta-feira (23), o presidente da Rede Bahia, Antonio Carlos Magalhães Júnior, recebeu a outorga da Ordem do Mérito Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O evento aconteceu na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), localizada no Stiep, e contou com a presença de importantes personalidades políticas. 

Criada em 1958, a Ordem do Mérito Industrial é concedida a personalidades e instituições que contribuem significativamente para o desenvolvimento da indústria brasileira e do país.

Foto: Lívia Oliveira / iBahia

Na ocasião, ACM Júnior afirmou ser uma emoção e uma grande satisfação receber a outorga da Ordem do Mérito Industrial , que é a honraria máxima da indústria. "A Rede Bahia também deve ser considerada homenageada pelo trabalho que nós fizemos esse tempo todo buscando apoiar o desenvolvimento econômico, cultural e social da Bahia. Na verdade, é um reconhecimento a mim e a Rede Bahia", declarou ACM Júnior. 

O presidente da Rede Bahia também falou sobre a importância da indústria para o desenvolvimento da Bahia. Em seu discurso, ele fez uma breve linha do tempo do desenvolvimento econômico baiano e reforçou a relevância do crescimento industrial para alavancar o estado. 

Foto: Lívia Oliveira / iBahia

ACM Júnior também disse que acredita na retomada da economia brasileira e que investir em inovação será essencial nesse sentido. 

O evento contou com a participação do vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, do vice-governador, João Leão, de secretários municipais e estaduais, do ex-governador Paulo Souto, do deputado estadual e presidente interino da ALBA, Alex Lima e do presidente da FIEB, Ricardo Alban. 

Foto: Lívia Oliveira / iBahia


Sexta edição da Agenda Legislativa da Indústria 

Nesta quinta-feira (23), houve ainda o lançamento da sexta edição da agenda legislativa da indústria durante a reunião de diretoria da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB). Ao todo, trinta e dois projetos de lei estão em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA). 

As proposições elencadas na Agenda Legislativa da Indústria 2019 tratam de questões que interessam ao setor, relacionadas às áreas de Política Urbana, Infraestrutura e Meio Ambiente; Social e Trabalhista; Tributária e Econômica; Institucional; e de Interesse Setorial. Além de oferecer um resumo de cada projeto de lei e sua fase de tramitação, o documento traz o posicionamento da indústria em relação aos mesmos.

O presidente da FIEB, Ricardo Alban, defendeu a importância de manter o diálogo com as instituições. “Quero reafirmar que a ALBA está aberta para o setor produtivo da Bahia, como parceira, tanto para votar os projetos que afetam diretamente o desenvolvimento do estado, como para debater os assuntos mais importantes da nossa Bahia. A Agenda Legislativa é justamente a demonstração de afinação entre a representação do setor industrial e os representantes da sociedade, simbolizados em nós, Parlamento”, disse.

Na ocasião, Ricardo Alban ainda falou sobre a importância da indústria para o desenvolvimento econômico e social. "A indústria continua sendo a mola propulsora de qualquer economia. Ela que vai dar a alavancada necessária para o crescimento econômico e, consequentemente, para a geração de emprego", pontuou.