Santa Casa

Professora ajuda crianças de projeto social a superar dificuldade da leitura

A profissional atua no Apoio Pedagógico, que é mantido pela Santa Casa da Bahia para alunos da rede municipal de ensino

Especial de Conteúdo
- Atualizada em


Oferecimento
A educação tem grande importância para o avanço de um país e na formação de cidadãos todos os dias. E é com o intuito de homenagear os professores que os brasileiros comemoram nesta segunda-feira (15) o seu dia. São profissionais como Patrícia de Jesus Neves, de 32 anos, que fazem a diferença na vida de várias crianças, ensinando, desenvolvendo, acolhendo e compartilhando momentos.

Ela é uma das professoras do projeto social Apoio Pedagógico, que funciona no Bairro da Paz, em Salvador, e é mantido pela Santa Casa da Bahia. Formada pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), a pedagoga trabalha há quatro anos auxiliando as crianças no processo de aprendizado da leitura.

Foto: Divulgação

"O nosso intuito é estimular cada vez mais essas crianças. No projeto, elas conseguem aprimorar aquilo que elas já sabem e conseguem garantir algumas competências novas. Aqui os alunos têm um tratamento mais individualizado, porque as turmas são formadas por no máximo 18 crianças", explica a professora.

No Apoio Pedagógico, aulas gratuitas de reforço escolar são oferecidas para cerca de 150 crianças com idade de sete a 11 anos, matriculadas na rede municipal de ensino e com dificuldade de aprendizado no processo leitura e escrita.

Patrícia é quem ministra as atividades do grupo chamado de Leitura de Mundo, para crianças de oito a onze anos, que busca desenvolver a interpretação de texto. Além desta turma, o projeto também dedica esforços para o processo de letramento, destinado a alunos de sete anos, com o objetivo de auxiliar na alfabetização.

Para Patrícia Neves, o trabalho como professora é gratificante e representa muito na sociedade, por isso, precisa ser cada vez mais valorizado. "Sempre acreditei na educação e no quanto ela pode levar as pessoas a conquistarem resultados positivos. E é muito bom perceber que o nosso trabalho tem uma importância na vida de muita gente", conta ela, que tem nove anos atuando na área.

A pedagoga acrescenta ainda que, entre as atividades e obrigações, os profissionais têm que saber ouvir: "é fundamental. É ouvindo as crianças que a gente vai saber como fazer para ajudá-las".

O projeto Apoio Pedagógico tem em sua maioria ex-alunos dos seis Centros de Educação Infantil (CEIs) da Santa Casa da Bahia, localizados no Bairro da Paz, que contam com cerca de 600 alunos, com idade de dois a cinco anos. Nos CEIs são oferecidos ensino em período integral, cinco refeições diárias, acompanhamento nutricional, pedagógico, psicológico e odontológico.