Mundo

Professora é acusada de fazer sexo e oferecer drogas a aluno de 12 anos

Jovem teria caso com ela durante um ano; os dois chegaram a fazer sexo em estacionamento de escola

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A professora Katerina Bardos, de 24 anos, é acusada de ter caso com um jovem de 12 anos, nos Estados Unidos. O adolescente revelou à polícia que fez sexo com a mulher no estacionamento da escola, de acordo com o "Daily Mail". Por conta das acusações, ela foi afastada da instituição.

O aluno da 6ª série revelou também que chegou a namorar com a professora durante um ano e que ela já teria lhe dado maconha em encontros. Katerina nega as acusações, mas investigadores dizem ter provas do relacionamento, como troca de mensagens em celular e o depoimento do rapaz.A professora chegou a ficar detida durante três semanas, mas está solta à espera do andamento judicial. O jornal britânico afirma que ela foi afastada da escola antes de ser presa, após alunos denunciarem o caso aos diretores.