Empregos

Profissionais de sucesso contam como conciliar duas (ou mais) carreiras

Há funções que podem ser exercidas à distância, em home office e em horários alternativos,

Agência O Globo

O jovem passa no vestibular, cursa uma faculdade e se dedica a uma profissão por toda a vida. Certo? Nem sempre. Cada vez mais, profissionais estão descobrindo e se dedicando a novos talentos, mas sem abrir mão da carreira em que se formaram. É o caso da carioca Mariana Rezende, de 36 anos, formada em Direito em 2004. Há quase dez anos, ela concilia a rotina nos tribunais com o dia a dia no Bar da Frente, no Rio de Janeiro, do qual é proprietária.

Foto: Divulgação

— É preciso ter disposição, porque o ritmo é frenético. Acho que cada profissão representa uma metade de mim. No escritório eu uso minha razão, minha frieza, sou mais formal. No bar sou puro coração, emoção e informalidade. Acho que elas funcionam como Yin Yang, são duas forças opostas, complementares e fundamentais para que eu me sinta realizada.

Quem também se multiplica em mais de uma profissão é a produtora cultural/cineasta/bailarina/professora de dança/empresária Manuela Weitzman, 26. Formada em Cinema e em Dança, ela abriu no ano passado uma loja itinerante de peças garimpadas. E, paralelamente à sua carreira de empreendedora, segue trabalhando como bailarina.

— Ambos os ofícios exigem organização e logística, e a experiência com produção cultural me ajuda muito com o brechó, por exemplo. Além disso, trabalhar com arte faz a gente exercitar o olhar para o outro. Aprendi a debater sem brigar e a expor minhas opiniões - conta.

A atriz/jornalista/empresária Ana Pinto, 30 anos, concilia sua empresa de assessoria de imprensa e produção com a vida nos palcos, fazendo parte de um grupo teatral desde 2015. Segundo ela, as duas experiÊncias se complementam:

- A minha empresa tem foco em teatro, dança e música. Então, na função de assessora e produtora, atuo de forma mais próxima dos artistas, exercendo uma 'ética do afeto' que me possibilita cuidar de cada detalhe dos projetos. E como atriz posso me reiventar a cada instante.

Segundo a orientadora vocacional e gestora de RH Mônica Fernandes, há funções que podem ser exercidas à distância, em home office e em horários alternativos, o que flexibiliza ao profissional investir em mais de uma carreira ao mesmo tempo:

— É possível desempenhar mais de uma carreira com excelência. Antigamente as pessoas tinham uma teoria de que quem faz tudo acaba não fazendo nada bem feito. Não é verdade. O benefício é o acúmulo de conhecimento e versatilidade, fazendo com que a criatividade seja mais aguçada nestes profissionais.