Comportamento

Psicóloga explica como se planejar para 2021

De acordo com a especialista, este é um momento único para a reflexão

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Ano Novo, vida nova! Que tal aproveitar a chegada de 2021 para planejar novas metas? A psicóloga do Sistema Hapvida, Marília Rios, orienta fazer projeções no curto prazo com foco no dia-a-dia, sobretudo, respeitando este momento incerto que a sociedade ainda vive, por causa da pandemia do coronavírus. 

Os planos no curto prazo ajudarão a evitar problemas com ansiedade. "Tendo em vista, que o novo ano será repleto de desafios, novos hábitos de vida e novas formas de relacionar e interagir, a ansiedade acaba se fazendo presente a partir desta preocupação com o desconhecido", acrescenta Marília.

"É importante lembrar que se trata de uma fase temporária. Temos que filtrar as informações, ter cuidado com as fake news, nos manter próximos às pessoas queridas mesmo que por meio de telas e aplicativos, além de desenvolver novos hobbies que sejam possíveis em meio às circunstâncias atuais", indica.

Aprendizados com a pandemia

A pandemia veio como um verdadeiro "vendaval, sem aviso prévio". Para muitos, o ano foi considerado como perdido, enquanto para outros foi uma convocação a uma reinvenção em todos aspectos da vida, onde apesar da imprevisibilidade e da falta de garantias sobre o que está por vir, serviu para mostrar que ninguém tem o poder e nem controle das variadas circunstâncias que passam/vivem. 

De acordo com a psicóloga, este é um momento único para a reflexão de uma palavra em especial. "Por sermos movidos por planos e metas, o substantivo propósito nunca foi tão utilizado e faz todo sentido termos um (propósito) na vida, afinal de contas, é o que nos move. E talvez tenha sido este nosso maior desafio em 2020: aprender a viver um dia de cada vez, sem garantias ou previsão de retorno à normalidade. Mas, o momento não é de paralisar. Que, em 2021, sejam feitos planos, dentro de novas possibilidades", finaliza.