Economia

Qualificações de graça: cursos à distância ajudam quem quer empreender

Empreendedor dispõe de 230 cursos a distância dados pelo Sebrae

Renata Drews, da Correio 24h

Ter o próprio negócio é o quarto maior sonho dos brasileiros, segundo os dados da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) realizada no Brasil pelo Sebrae nos meses de setembro, outubro e novembro de 2016, com adultos entre 18 e 64 anos. A vontade de se tornar empreendedor perde apenas para desejos como viajar pelo Brasil (em primeiro lugar), comprar a casa própria (em segundo) e comprar um automóvel (terceira posição). Não à toa, 36% dos brasileiros são empreendedores, segundo o estudo. Ou seja, 48 milhões de brasileiros têm um negócio ou estão envolvidos na criação de um.

Mas essa energia empreendedora e as economias colocadas no projeto podem ser perdidas por falta de qualificação sobre gestão do negócio e por falta de conhecimento do mercado consumidor.  Conseguir dar vida ao projeto ou saber gerir e manter um negócio rentável pode ser um obstáculo para os 51% de empreendedores brasileiros que não possuem ensino superior completo, segundo levantamento da empresa sueca iZettle, realizada pela Qualibest.

E na rotina de cuidar da abertura do empreendimento, atenção ao fluxo de caixa, divulgação e conquista do negócio, falta tempo para se qualificar. Mas existem opções. As mais cômodas são os cursos de Educação a Distância oferecidos pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O órgão público que tem a missão de ajudar os pequenos empresários oferece 230 cursos na modalidade EAD com cerca de um mês de duração. Não há data de inscrição ou mensalidade, mas a qualificação dá direito a certificado e pode ser feita em casa ou no local do trabalho. As aulas são nas áreas de Finanças, Planejamento Empresarial, Marketing e Planejamento Contábil. A metodologia inclui apostila e aulas em vídeos. Para se matricular é preciso um computador com acesso à internet e acessar o site www.sebrae.com.br/ead.

Moda

Lorine Lopes, de 25 anos, é formada em Design de Moda e, mesmo com curso superior, teve dificuldade para administrar o restaurante da família e dar início ao sonho de criar sua loja de roupas. Ela conta que se matriculou em seis desses cursos para ter a segurança de começar o seu projeto pessoal e reerguer o negócio familiar.

Foto: Divulgação/Sebrae
Formação do Preço de Venda, SEI Empreender, Atendimento ao Cliente, Fluxo de Caixa e Vitrine são algumas das oficinas que Lorine prestou antes de apostar na abertura da loja Lorine Clothes há um ano e meio.

“Comecei pela loja virtual, mas só consegui abrir a física após me especializar e aprender um pouco de cada área”, conta ela, que inaugurou o espaço em cima do restaurante da família, unindo os dois serviços. “Os cursos EAD oferecem todas as informações que você precisa para gerir um negócio. E ainda tem pessoas por trás que te auxiliam”, comenta. Para Lorine, as qualificações foram essenciais para que, mesmo depois de formada, conseguisse enxergar uma oportunidade na sua área.

Agora, ela pretende ampliar seus conhecimentos cursando um  mestrado e, logo em seguida, um doutorado.

Programa oferece consultorias gratuitas
Quem já possui uma qualificação, mas  precisa de novas  orientações para a gestão da empresa e resolução de problemas, o Sebrae oferece o serviço de consultoria a distância. O atendimento é voltado para o micro e pequeno empresário que já possui um negócio. Completamente gratuita e online, a consultoria é realizada por webconferência ou por telefone, para quem não possui um computador com câmera.

No programa, consultores e especialistas ficam disponíveis para interagir durante uma hora. Após o atendimento, os especialistas enviam, no prazo mínimo de uma semana, um relatório com o diagnóstico e as principais soluções para tratar o problema alvo da consulta.

As áreas disponíveis são Finanças, Planejamento Empresarial, Marketing e Planejamento Contábil. Para participar é necessário o agendamento prévio da data e horário, que pode ser feito no site www.ba.sebrae.com.br ou por meio da Central de Relacionamento Sebrae, no número 0800 570 0800.

Veja os  cursos e oficinas EAD do Sebrae mais acessados
Aprender a Empreender: Ensina conceitos sobre mercado, finanças e empreendedorismo. Tem carga horária de 16 horas.

MEI: Voltado para trabalhadores informais e potenciais empresários, apresenta  informações básicas sobre o programa de  Microempreendedor Individual (MEI). São 5 horas.

Iniciando um Pequeno e Grande Negócio:  Ensina princípios, fundamentos e práticas de empreendedorismo. A carga horária é de 30 horas.

Análise e Planejamento Financeiro: Apresenta ferramentas de controle financeiro para desenvolver métodos e estratégias para o crescimento da empresa. Curso de 15 horas.

Como Vender Mais e Melhor:
  Ensina a construir um modelo de vendas. Conta com os temas: Importância do Vendedor, Metas e Fidelização de Clientes. A carga horária é de 15 horas.

MEG: Primeiros Passos para a Excelência: 
Apresenta os fundamentos e os critérios que compõem o Modelo de Excelência da Gestão. São 12 horas de conteúdo.

D-Olho na Qualidade: 5S para os Pequenos Negócios: Ensina um método com cinco hábitos para o bem-estar físico, mental e social do ambiente de trabalho. São 16 horas de curso.

Atendimento ao Cliente:
  Contribui para pensar e planejar ações de atendimento para a satisfazer o cliente. Curso com 15 horas de duração.

Formação do Preço de Venda: Ensina a definir preços de venda. São 15 horas de conteúdo didático.

Oficina SEI Empreender:
Ensina a gerir empreendimentos. Treinamento de 5 horas.