Comportamento

Quarentena causa aumento no acesso a site de conteúdos adultos

Permanência das pessoas em casa beneficiou as empresas que trabalham com esse conteúdo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A pandemia do coronavírus tem forçado muita gente a ficar em casa. Incentivado pela grande maioria das autoridades, o isolamento é a rotina de muita gente para evitar a proliferação do vírus e, consequentemente, da doença. Quem tem se dado bem com tudo isso são os sites de conteúdos adultos, que apresentam um aumento significativo no acesso durante este período.

Um exemplo é Fábio Moraes, CEO do Camera Hot, plataforma que promove encontro de modelos, que fazem shows pela webcam, que registrou um aumento de 25% nas vendas do site. “Se continuarmos nesse ritmo, vamos bater o recorde de vendas para o mês. Tudo porque as pessoas estão precisando fugir um pouco dessa crise e encontrar um pouco de relaxamento na quarentena”, diz Fábio.

Foto: Divulgação

Ainda sobre análise, o profissional chegou em outras conclusões. Levando a diante a ideia de que os encontros presenciais teriam que diminuir, devido aos pedidos do Ministério da Saúde, a forma encontrada para este tipo de necessidade foi a busca online, fator este que não se restringe somente aos homens, afinal, o número de mulheres que estão procurando este tipo de conteúdo aumentou.

“Hoje a equipe de aprovação de cadastro recebe uma média de 20 solicitações diárias. É um crescimento que chega aos 50% ao comparar com o mesmo período do ano passado” diz Moraes.

Reforçando as recomendações sobre a necessidade do isolamento social, o site lançou uma campanha que vai premiar os usuários todos os dias com créditos para aproveitarem os serviços. Para Fábio, essa ação faz com que eles não se saiam às ruas desnecessariamente e encontrem novas formas de diversão

Vale ressaltar que a industria pornográfica adotou medidas para se adaptar ao período de quarentena tanto no Brasil quanto no resto do mundo. Sites grandes como Sexy Hot, Brasileirinhas, PlayBoy e PornHub tiveram ideias sugestivas para manter os usuários dentro dos sites, como uma forma de 'aliviar' o período de quarentena em meio a pandemia do coronavírus.