Fitness

Queimar calorias: 9 dicas para melhorar a eficiência do seu treino

Você deve ir malhar com disposição e precisa conseguir acelerar o metabolismo durante e depois do exercício

Lívia Oliveira* (livia.oliveira@redebahia.com.br)
- Atualizada em


A prática de exercício físico aliada à uma alimentação saudável pode não dar conta da missão de perder peso. Em alguns momentos, é necessário recorrer às outras táticas. Para alcançar a eficiência do treino, a pessoa deve malhar com disposição e precisa conseguir acelerar o metabolismo durante e depois do exercício. Confira as dicas:

Foto: Reprodução

1- "Fuja" um pouco da academia: segundo o personal Marcelo Santos é preciso investir na prática de atividade física além da musculação. Exercícios aeróbicos, que usam o oxigênio no processo de geração de energia dos músculos, trabalham uma grande quantidade de grupos musculares de forma rítmica (com sucessão regular de tempos fortes e fracos). Algumas sugestões desses exercícios são corrida, natação, caminhada e pedalar.

2 - Faça variações no treino: não adianta exercitar apenas os membros superiores ou inferiores. É interessante que você varie os treinos, um dia treine membros superiores e outro inferiores, com exercícios variados, para manter a frequência cardíaca alta.  

Essa alternação deve acontecer da seguinte forma: você deve fazer uma série de exercícios e em seguida outro movimento para depois descansar. Por exemplo, agachamento com barra e pular corda. Depois do descanso, você repete o movimento três vezes, ou o quanto seu personal indicar.

3 - Consuma termogênicos naturais:  os termogênicos aumentam a temperatura corporal, aceleram o metabolismo e auxiliam na queima de gordura. Alguns alimentos termogênicos são gengibre, café, óleo de coco, pimenta vermelha, chá de hibisco, hortelã e canela.

4 - Exercícios com peso:
Para ganhar massa muscular magra e eliminar gordura, seu treino precisa trabalhar com força. Assim, musculação e crossfit são algumas alternativas. A profissional de educação física Karla Lacerda, personal da humorista Tia Má, orienta um treino de força por no mínimo quatro dias na semana, de forma alternada para estimular todos os membros do corpo para que o músculo se desenvolva.



6 - Não vacile na hidratação: a água é o maior componente do corpo humano, pode ocupar até 70 % do seu volume e possui a função de regular a temperatura corporal. Para evitar a desidratação, você devem consumir entre 1 e 2 litros de água por hora de exercício, dependendo do ritmo e da intensidade.

7 - Respeite os limites do seu corpo e o período de descanso: não force pegar mais peso do que aguenta ou aumentar a intensidade dos exercícios aeróbicos de forma abrupta. De acordo com Karla Lacerda, o ganho de massa muscular depende do descanso da musculatura, por isso a importância de variar os exercícios e de ter um descanso entre as séries de exercícios. Esse descanso deve ser de no máximo dois minutos.

8 - Nada de treinar sem comer:
antes de praticar atividade física você precisa ingerir proteínas e carboidratos. Segundo o especialista em nutrição esportiva Moisés Feitosa, da clínica Saúde Em Movimento, esses alimentos contribuem para o crescimento do músculo. Parte de alimentos como frango, peixe, carne, leite, pão integral, beterraba e mamão, quando consumidos com regularidade, são canalizados para reconstrução das fibras musculares que foram 'lesionadas' durante o treino, provocando um crescimento progressivo. Além disso, malhar de barriga vazia pode levar o indivíduo a passar mal.

9 - Foque no exercício: evite treinar pensando nas coisas que tem para fazer no dia ou lembrando de problemas. Se concentre nos exercícios que está fazendo e no objetivo que quer alcançar com ele. Para isso, você pode optar por fazer uma playlist motivadora, com músicas que te deixe animado ou aumente sua concentração.

*Sob supervisão do repórter Guinho Santos