Arte e Decoração

Quer renovar sua casa? Confira dicas para escolher a tinta e a cor ideal

Arquiteta explica passos que podem ser dados para decisões seguras e assertivas no projeto

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Está pensado mudar a cor da sua casa para as festas de fim de ano? A arquiteta Priscila Tressino garante que o bom resultado depende de seguir as fases da pintura e ficar atento a escolha da tinta, que deve ser feita levando em consideração o material e o ambiente em que será aplicada. Confira as orientações:

Foto: divulgação / Escritório PB Arquitetura

Passo 1:
Para paredes de alvenaria e tetos regularizados com massa corrida ou gesso utiliza-se a tinta acrílica com acabamento fosco, sem brilho ou acetinado. Já em superfícies de madeira e metal o ideal é esmalte, tinta óleo ou spray, que possuem diversas cores. “Madeira ainda pode manter o seu aspecto natural se receber tratamento com verniz”, aconselha a arquiteta. Ademais, para revestimentos, azulejos e pastilhas a tinta epóxi a base de água ou de solvente é indicada. Em fachadas, as texturas são muito utilizadas.

Passo 2:
Depois da escolha da tinta começa-se a das cores. “Elas têm grande protagonismo nas sensações que um ambiente pode transmitir. Em composição com outros elementos como mobiliário e acabamentos, pisos, decoração e iluminação, é possível criar atmosferas estimulantes, calmantes ou de neutralidade”, conta Priscila.
 
 A especialista ressalta que cores quentes como vermelho, amarelo e laranja inspiram energia. Azul, roxo e verde, tem efeitos mais suaves. Tons terrosos trazem aconchego e conforto. Preto é introspectivo e ao mesmo tempo luxuoso. Branco, é radiante e expansivo, “pense nestes efeitos quando for escolher a cor dos ambientes, além é claro, de conectar cada item do decoração para determinar o resultado mais arrojado ou equilibrado”.

Vale lembrar que a cor influência sobre as sensações e podem dar uma noção de espaço diferente. A especialista recomenda evitar tons escuros em ambientes pequenos e optar por cores claras.

Passo 3:

Quer colocar um elemento destaque no cômodo? Opte por cores neutras nas paredes e elementos decorativos de cor forte, pode ser um tapete, uma almofada ou até um móvel.


Passo 4:
Vale consultar um especialista para escolher a tinta mais adequada e tirar todas as dúvidas.

Passo 5:
Antes de pintar prepare a superfície conforme recomendações do fabricante. Escolha as ferramentas adequadas para realizar a pintura e faça a diluição da tinta.

Passo 6:
Fique atento as orientações para pintura. Respeite o intervalo entre as demãos do produto considerando o rendimento indicado na embalagem.