Saúde

Saiba como a alimentação influencia na fertilidade de mulheres e homens

Alimentação é pilar fundamental para o bom funcionamento do corpo

Evelin Azevedo, de Agência O Globo

Quando um casal tenta engravidar e encontra dificuldades, inicia-se uma busca por dicas que aumentem a fertilidade e a efetividade da relação sexual. A alimentação é pilar fundamental para o bom funcionamento do corpo e influencia na qualidade dos sistemas reprodutores tanto de homens quanto de mulheres.

— Os carboidratos quando consumidos em excesso provocam picos de liberação de insulina, hormônio que tem influência na regulação da função ovulatória — explica Maria Cecília Erthal, especialista em reprodução humana assistida e diretora médica

Estar com a saúde em dia deve ser prioridade, principalmente entre as mulheres que querem engravidar.

— Aquelas que estão anêmicas têm menor chance de engravidar, assim como aquelas que estão com peso muito abaixo do indicado, pois a carência de ferro diminui a ovulação. Nesse caso, coma muitos vegetais verdes escuros, carnes magras, ovos, e folhas de beterraba — indica Tatiana Rom, nutricionista.

Frituras, alimentos com excesso de conservantes e corantes, refrigerantes e café devem ser evitados, assim como o cigarro e o álcool.

— Garanta o bom funcionamento do intestino consumindo iogurte, frutas, vegetais e integrais — diz Tatiana.


O que comer:

Ácido Fólico

É importante desde a fecundação até o fim da gestação, pois ajuda na formação do sistema nervoso de feto. A soja, o fígado orgânico, vegetais verde-escuros como espinafre, agrião e couve, levedo de cerveja e feijão preto são alimentos ricos em ácido fólico. 

Betacaroteno

O betacaroteno é encontrado em todas as frutas e legumes de cor alaranjada, como abóbora, laranja, cenoura e mamão, e pode ser encontrado também no óleo de fígado de bacalhau. O nutriente é importante para a produção de espermatozoides. 

Selênio

Assim como a vitamina C, funciona como importante antioxidante e é encontrado em grandes quantidades no sêmen. Consumir duas castanhas-do-Pará por dia é o recomendado. 

Ômega 3

O ômega 3 ajuda o espermatozoide a entrar no óvulo, além de auxiliar no desenvolvimento cognitivo do bebê. Incorpore ao seu cardápio semente e óleo de linhaça, além de sardinha, atum e salmão.

Vitamina E

Melhora a mobilidade dos espermatozoide e a parede do útero. A vitamina garante uma placa mais forte. Azeite, gérmen de trigo, nozes, agrião e couve são boas fontes dessa vitamina. 

Zinco

Está presente em grande quantidade nos espermatozoides e é fundamental para um óvulo saudável, principalmente quando associado com a vitamina B6. Alimentos fontes: carne, ostras, gérmen de trigo e fígado de galinha.


Vitamina C

Por ser um potente antioxidante, previne e protege o organismo de substâncias tóxicas, favorecendo a qualidade dos óvulos. Consumir um copo de suco de laranja assim que for preparado ou três frutas por dia assegura boas quantidades desse nutriente.