Comportamento

Saiba como escolher corretamente os calçados infantis

Calçados de má qualidade ou que não possuem um desenho próprio para os pés infantis podem causar uma série de problemas, como dores, cortes, bolhas e calos


Acorda Cidade


O cuidado com os pés deve começar desde o nascimento dos bebês. É a partir do início da vida que o suporte responsável por sustentar todo o corpo precisa ter seu desenvolvimento adequado, evitando dessa forma problemas variados que podem se refletir até a fase adulta. Por isso, a escolha adequada do calçado infantil é tão importante e deve ir além da beleza.

Respeitando o desenvolvimento do pé infantil

Os músculos, os ligamentos e os ossos dos pés permanecem em constante transformação durante toda a infância e adolescência, até que se alcance a idade adulta. Na fase pós nascimento o bebê tem seus pés formados por cartilagens, bem delicadas e flexíveis, e essa estrutura vai sofrendo modificações diárias. Com o passar do tempo, as cartilagens vão se enrijecendo, e os ossos que virão a dar sustentação ao pé passam a ser formados e fortalecidos. Esse processo é denominado ossificação, atravessa toda a infância e se estabiliza na adolescência.

Por esse motivo é tão importante se atentar à qualidade dos calçados e também aos cuidados nos momentos em que a criança não está calçada. Todo esse contexto permite um crescimento saudável dos pés e, consequentemente, das pernas, coluna e outras partes do corpo.


Escolhendo o melhor calçado
O melhor calçado não é necessariamente o mais caro da loja, ao passo que produtos mais em conta nem sempre serão os mais desconfortáveis. No entanto, vale observar a qualidade do material empregado e como ele se adequa ao pé. Dependendo da idade, a criança não consegue dizer com clareza se o sapato está machucando ou se está grande demais forçando a musculatura da perna durante as passadas, por exemplo.

Calçados de má qualidade ou que não possuem um desenho próprio para os pés infantis podem causar uma série de problemas, como dores, cortes, bolhas e calos. Além disso, podem influenciar no desenvolvimento da curvatura.

Para o bebê os sapatinhos precisam ser muito flexíveis, sem apertar. Ao longo da infância, o calçado precisa ter estofamento no calcanhar e serem feitos em tecido macio e que permita a livre transpiração do pé. Os solados precisam ser antiderrapantes para evitar torções ou quedas. Calçados firmes nos pés - como o tênis infantil feminino ou masculino, botinhas, sapatos fechados e sandálias de tiras largas - são as melhores opções de modelos.