Economia

Saiba como sacar o FGTS e o abono salarial durante o período de greve dos bancários

Greve afetou mais de 11 mil agências e 48 centros administrativos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Com a greve dos bancários atingindo mais de 11 mil agências e 48 centros administrativos, a vida de muitas pessoas que precisam realizar saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) ou do abono salarial está mais difícil.


No entanto, há opções para o trabalhador enfrentar essas dificuldades e realizar suas atividades necessárias. Quanto ao FGTS, por exemplo, pode ser sacado em caixas eletrônicos e lotéricas - além de estabelecimentos que funcionem como unidades do 'Caixa Aqui'.


Porém, é preciso lembrar que as operações nestes locais possuem o limite de R$ 1.500. É preciso, também, estar com o Cartão Cidadão. Quem não o possui, pode solicitar um pelo telefone, a partir do número 0800 726 02 07 (com horário de funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 10h às 16h). A entrega é feita em domicílio.


Para fazer o Cartão Cidadão é necessário estar cadastrado no PIS/Pasep, no Número de Inscrição Social (NIS) ou no Número de Inscrição do Trabalhador (NIT).


Para efetuar o saque do abono salarial durante o período de greve dos bancários, o trabalhador de empresa privada pode se dirigir a caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal, além de lotéricas ou lojas que funcionam como unidades do 'Caixa Aqui'. É preciso ter o Cartão Cidadão.


Já o servidor público, só pode realizar o saque nas agências do Banco do Brasil. Vale lembrar que quem tem conta no BB tem o dinheiro do abono depositado automaticamente.