Saúde

Saiba quando é indicado fazer uma rinoplastia funcional

"Essa cirurgia tem por objetivo reposicionar e reconstruir estruturas que se relacionam diretamente com a função respiratória", explica especialista

Agência O Globo

Fazer uma cirurgia no nariz não significa, necessariamente, a realização de um procedimento estético. Para casos em que a passagem de ar está prejudicada porque alguma estrutura nasal não apresenta o tamanho ou posição correta, existe a rinoplastia funcional.

— Essa cirurgia tem por objetivo reposicionar e reconstruir estruturas que se relacionam diretamente com a função respiratória como por exemplo as válvulas nasais que regulam o fluxo de ar inspirado e expirado; o septo nasal, quando desviado; e os cornetos nasais que quando aumentados podem contribuir para queixas como a obstrução nasal — explica a cirurgiã plástica Niandra Sartori.

Foto: reprodução
O procedimento é rápido, dura cerca de duas horas, a depender do que for modificado no nariz. A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar e a internação leva até 14 horas. A operação só é contraindicada caso o paciente tenha alguma restrição em relação a anestesia geral, procedimento necessário para a realização da reparação nasal.

Nos casos de rinoplastia para corrigir o septo (estrutura formada por cartilagem e osso localizado na parte interna do nariz), por exemplo, as chances de ter cicatrizes é mínima.

— Esse procedimento é feito por dentro do nariz, não sendo preciso nenhum corte externo na maioria das vezes e não deixa nenhuma cicatriz aparente no rosto — garante Eduardo Landini Lutaif Dolci, otorrinolaringologista da Clínica Dolci e professor da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Quando a cirurgia é “aberta”, é feito um corte entre as narinas, o que possibilita que o cirurgião tenha uma visão melhor das áreas que necessitam de modificação. Nesses casos, as cicatrizes são mínimas.

Para quem se incomoda não apenas com a qualidade respiratória, mas também com algum aspecto físico do nariz, aqui vai uma boa notícia.

— Além da questão funcional, se a paciente tiver alguma queixa em relação à estética do nariz, isso pode ser conversado e programado com o otorrinolaringologista, já que ambos os procedimentos podem ser realizados no mesmo dia — conta Eduardo.

s-operatório

Na primeira semana o nariz estará um pouco congestionado, como experimentamos durante uma gripe. O paciente deverá permanecer uma semana em casa realizando repouso, afastado de suas atividades profissionais. E as atividades físicas devem ser evitadas por pelo menos três semanas, mas cada caso deve ser discutido individualmente.