Economia

Saiba se você está superendividado

Reportagem traz uma lista de situações que mostram o perfil daqueles que costumam acumular dívidas

Agência O Globo

Com a ajuda da Defensoria Pública do Estado, listamos situações que mostram o perfil daqueles que costumam acumular dívidas

Se você é um consumidor que não consegue controlar seus gastos e só vê suas dívidas crescerem dia após dia, chegou o momento de parar e fazer uma autoavaliação. Se quer saber se está superendividado, confira se o seu perfil se enquadra em pelo menos três das situações descritas abaixo.

● Minhas dívidas equivalem a mais de 50% do que ganho;

● Preciso trabalhar mais para pagar minhas dívidas no final do mês;

● Meu salário termina antes do fim do mês;

● Minhas dívidas estão sendo causa de desavença familiar;

● Não consigo pagar em dia as contas de luz, água, alimentação, aluguel e/ou condomínio;

● Tenho sofrido de depressão em razão das dívidas;

● Meu nome está registrado em cadastros, tais como SPC, Serasa, CCF;

● Tenho atrasado o pagamento das minhas dívidas;

●Já pedi dinheiro emprestado a familiar ou a um amigo para pagar minhas obrigações;

● Minha família não tem conhecimento de minhas dificuldades.

O que posso fazer?

Se você for pessoa física e estiver nas situações previstas acima, procure os órgãos de defesa do consumidor, que podem lhe auxiliar orientando ou intermediando a negociação da sua dívida junto ao fornecedor.