Salvador

Salvador tem o segundo maior custo de vida do Nordeste e 12º do Brasil, diz site

Gasolina e mensalidade de escola do ensino fundamental em Salvador superam os valores da cidade mais cara do país

Editoria Notícias & Empregos
- Atualizada em

A capital baiana tem o segundo maior custo de vida do Nordeste, ficando atrás apenas de Recife, capital do Pernambuco, e 12º maior do Brasil. Os dados são do site 'Custo de Vida', criado pelo estudante de sistemas de informação, Lucas Franco. A avaliação tem como base uma nota de 0 a 10 e mostra a média do custo de vida em várias cidades brasileiras, inclusive nas capitais.


A página é uma espécie de site colaborativo em que os internautas atualizam os preços de refeições, aluguéis, lazer, entre outros itens em suas cidades e formam uma média aproximada do valor real. Com base nas informações dos usuários, Salvador ficou com a média 4,6, enquanto Recife alcançou a média de 5,2, e São Paulo, a mais cara, alcança 10.


No ranking geral, Salvador ficou na 12ª posição, considerada como custo de vida mediano. São 29 itens avaliados nas cidades nas categorias Bar e Restaurante, Supermercado, Transporte, Utilidades, Esporte, Lazer e Cultura, Moradia, Educação e Hotelaria e Motelaria.


De acordo com o site, por exemplo, a média de almoço em restaurante barato em Salvador é de R$ 12,10. Já em restaurante considerado caro, o valor sobe para R$ 51,34. Em relação a moradia, o aluguel de um kitchenette na região barata ficou na média de R$ 351,82, enquanto na região mais cara fica no valor de R$ 941,36.


Entre todas as capitais, a considerada com o custo de vida mais alto foi São Paulo, com a média 10, seguida pelo Rio de Janeiro (8,7) e Brasília (7,5). Já a que foi apontada como a o menor custo foi Boa Vista (1,7), acompanhada por Aracaju (1,9), Teresina (2,0), Fortaleza (2,2) e João Pessoa (2,3), mostrando quatro capitais nordestinas entre as mais 'baratas' do país.


Ranking das capitais brasileiras (da mais cara para a mais barata)

    10 São Paulo - SP

    8.7 Rio de Janeiro - RJ

    7.5 Brasília - DF

    6.2 Porto Alegre - RS

    5.5 Florianópolis - SC

    5.4 Belém - PA

    5.3 Belo Horizonte - MG

    5.3 Curitiba - PR

    5.2 Recife - PE

    5.1 Manaus - AM

    4.8 Porto Velho - RO

    4.6 Salvador - BA
    4.4 Macapá - AP

    4.3 Palmas - TO

    4.1 Cuiabá - MT

    4.1 Vitória - ES

    4.0 São Luís - MA

    3.6 Rio Branco - AC

    3.1 Goiânia - GO

    2.9 Maceió - AL

    2.8 Campo Grande - MS

    2.6 Natal - RN

    2.3 João Pessoa - PB

    2.2 Fortaleza - CE

    2.0 Teresina - PI

    1.9 Aracaju - SE

    1.7 Boa Vista - RR


Combustível e educação - O iBahia fez uma comparação de Salvador com o maior custo do país, São Paulo, e os preços, em geral, são mais baixos, mas em alguns itens chegam a ser superiores na capital baiana. É o caso do litro da gasolina, que na última atualização do site, Salvador apontou o valor médio de R$ 2,77 contra R$ 2,73 da capital paulista. Outro item com valor maior é a mensalidade do ensino fundamental, com a média R$ 782,42 em Salvador, contra R$ 757,73 de São Paulo. Já a tarifa de ônibus, apesar de ser mais barata, o custo-benefício na capital paulista é bem maior. Com o valor de R$ 3,00, em São Paulo, o usuário utiliza, através do Bilhete Único, até quatro passagens no intervalo de 3 horas. Em Salvador, o valor de R$ 2,80 só dá direito apenas a única passagem.


Em comparação ao maior custo do Nordeste, na cidade de Recife, a capital baiana se mostra mais econômica na categoria 'Supermercado'. De acordo com a página, o pacote de 5kg de arroz e açúcar em Salvador sai por R$ 3,33 e R$ 2,92 respectivamente. Enquanto em Recife, o valor é de R$ 7,15 (arroz) e R$ 8,15 (açúcar).


Quando se trata de 'Esporte, Lazer e Cultura', os soteropolitanos pagam mais caro do que os moradores de Recife. Em todos os itens da categoria, como ingressos para cinema, teatro, show e jogo de futebol, os valores são maiores do que na capital pernambucana.


CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR


No ano em que o site foi criado, em 2011, a página contava com apenas dez cidades. Hoje, com a colaboração de mais de 3,2 mil internautas, o site já alcançou 472 cidades de todo país. Para fazer comparar outras cidades e/ou colaborar na atualização, basta acessar http://www.custodevida.com.br e preencher os campos da sua localidade.