Tecnologia

Samsung planeja smartphone 5G com seis câmeras para celebrar 10º aniversário do Galaxy S

Segundo o 'Wall Street Journal', gigante sul-coreana deve apresentar quatro modelos diferentes

Agência O Globo

A Samsung prepara uma surpresa para o seu próximo topo de linha, que completa o décimo aniversário ano que vem. De acordo com o jornal americano “Wall Street Journal”, a próxima versão da linha Galaxy S terá chip para conexão 5G, telas maiores e até seis câmeras.

 Segundo fontes da indústria, o Galxy S10 terá três versões, contra as tradicionais duas dos últimos anos, com telas entre 5,8 polegadas e 6,4 polegadas. Os aparelhos devem ser apresentados em fevereiro, provavelmente na Mobile World Congress, que acontece em Barcelona, na Espanha.

Foto: reprodução

Internamente, os aparelhos são chamados como “Beyond 0”, “Beyond 1” e “Beyond 2”. Segundo as fontes, o design e as características técnicas ainda podem ser alteradas até o lançamento. Eles terão entre três e cinco câmeras e uma característica que está sendo considerada é o “carregamento reverso sem fio”, com o aparelho podendo ser usado para recarregar outros por aproximação.

Além disso, a gigante sul-coreana, maior fabricante de smartphones do mundo em volume, está desenvolvendo uma quarta versão, conhecida internamente como “Beyond X”. Com chip 5G, o aparelho deverá chegar aos mercados dos EUA e da Coreia do Sul no primeiro semestre do ano que vem, com tela de 6,7 polegadas, duas câmeras frontais e quatro traseiras. O conjunto, dizem as fontes, permite fotos mais ricas e melhor percepção espacial.

Por comparação, os últimos iPhones, da Apple, possuem três câmeras, sendo duas na traseira e uma para selfies. A Samsung não comentou as informações.

Enfrentando concorrência de fabricantes chinesas que avançam no mercado com aparelhos poderosos mais baratos, a Samsung vem registrando quedas consecutivas nas vendas de smartphones, o principal negócio da companhia. Para reverter essa tendência, a companhia precisa de um grande sucesso.

 As quedas nas vendas não são um problema apenas da Samsung. Nas últimas semanas, a Apple cortou os pedidos de produção dos três aparelhos que lançou em setembro, por causa da demanda abaixo do esperado. As vendas globais de smartphones caíram 8% nos três meses encerrados em setembro, em relação ao mesmo período de 2017, o quarto trimestre consecutivo de retração, segundo a consultoria Strategy Analytics.

O desafio da indústria, dizem especialistas, é convencer os consumidores a trocarem seus aparelhos por novos, batendo a concorrência. Uma das apostas da Samsung é o 5G, já que analistas do mercado especulam que a Apple não será capaz de adotar a tecnologia até 2020. A empresa também aposta nos smartphones dobráveis, que pode se abrir como um tablet.