Mapas Juninos

São João do Pelô atrai público e fortalece economia local

Os festejos juninos são um importante gerador de renda para boa parte da população no período

Emília Oliveira (emilia.oliveira@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Os festejos atraíram baianos e turistas e incrementaram a economia local


Sete noites de festa, mais de 100 atrações e cerca de 230 mil pessoas. Esses são os números oficiais divulgados pela Secretaria do Turismo e Bahiatursa para o São João da Bahia celebrado no Centro Histórico de Salvador. O evento, que começou na última quarta-feira (18), teve entre os destaques da programação nomes como Elba Ramalho, Adelmário Coelho, Bicho de Pé e Aviões do Forró. Os festejos atraíram baianos e turistas e incrementaram a economia local.

Bares, restaurantes e barraquinhas no centro Histórico tiveram um grande número de consumidores


De acordo com Pedro Galvão, secretário do Turismo da Bahia, o São João é um importante gerador de renda para boa parte da população no período. Ele ressaltou ainda que a presença de milhares de pessoas, a cada noite, demonstrou a força desta festa no Nordeste. "Os baianos que permaneceram em Salvador tiveram a oportunidade de rever a tradição do São João com grandes espetáculos e os turistas tornaram a festa ainda mais bonita com a reunião dos povos de diferentes nacionalidades", afirmou.

Delícias da culinária típica foram comercializadas
durante os dias de festejos

Além de fortalecer o comércio na capital, os festejos juninos contemplaram o interior. Assim como em Salvador, 250 municípios tiveram apoio do Governo da Bahia para a realização das comemorações.


Ao todo, R$ 20,3 milhões foram investidos para a realização do São João. O valor é resultado de um convênio entre a Bahiatursa e a Petrobras e, somente em Salvador, o valor chega a R$ 7,5 milhões. "Incluímos a festa no roteiro de entretenimento dos turistas que vieram para a Copa e o resultado foi excelente”, acrescentou o subsecretário do Turismo da Bahia, Benedito Braga.