Comportamento

Sarau para McLuhan no Theatro XVIII

Encontro terá leitura de textos de escritores brasileiros e participação da cantora Manuela Rodrigues

Da Redação (redacao@Portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Marshall McLuhan

No centenário de nascimento de um dos maiores teóricos da comunicação, o filósofo canadense Marshall McLuhan, o Theatro XVIII discute o sentimento das utopias do século 20, dentro do projeto Saraus do Dezoito, nesta segunda-feira (6), às 19h, com entrada gratuita.

 

A segunda edição da nova temporada, intitulada “Sarau das Utopias”, traz no roteiro a assinatura do poeta Marcos Borah, com participações da dramaturga Aninha Franco e dos atores Carlos Betão, Fafá Menezes, Frieda Gutmann e Widoto Áquila, que farão leituras de textos de autores como Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector e García Lorca, ao som de músicas de Caetano Veloso, Chico Buarque e Milton Nascimento, na interpretação da cantora Manuela Rodrigues.

 

“Os Saraus do XVIII têm um compromisso com a reflexão e o conhecimento. Eles analisam, refletem e explicam para o público quem é o escritor, quem é o artista”, destaca Aninha Franco, idealizadora do projeto e diretora-geral do teatro. Prosa, poesia, letra de música, filosofia e leituras de obras literárias de pensadores universais são algumas das matérias-primas dos Saraus, que tiveram suas primeiras apresentações no ano de 1998.