Comportamento

Satisfação na cama: pesquisa aponta fetiches, posições e fantasias sexuais mais populares

Vale lembrar que para qualquer fetiche ou novidade na cama ser eficiente é importantíssimo o diálogo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)


Pensando em como inovar na cama com o(a) parceiro(a)? Você precisa ficar ligado (a) nas preferências que estão no topo da lista de desejos de todos os namorados, segundo uma pesquisa do site de relacionamento Ashley Madison.

A pesquisa apontou os fetiches, posições e fantasias sexuais mais populares, que foram eleitas pelos usuários do site. Fetiches e fantasias são ações e pensamentos que podem melhorar uma experiência sexual - praticar sadomasoquismo, encenar ou atuar como um estranho total, pode excitar alguns.

Foto: reprodução

Fantasias e momentos mais quentes certamente podem melhorar a

experiência, mas tudo se resume ao prazer. Os participantes da pesquisa também identificaram suas maneiras favoritas de agir de acordo com seus

desejos. De costas, frente a frente, na vertical ou horizontal - as

posições sexuais variam, mas as listadas são as mais usadas.

Top 5 Fetiches/Taras                    
Sexo Anal - 28%    
Teatrinho - 17%    
Controle de orgasmo - 15%
Exibicionismo - 11%
Voyeurismo - 10%
 
Top 5 Fantasias
Sexo com múltiplos parceiros - 30%
Sexo com alguém que conheço (Exemplo babá, amigo(a), colega, etc.) - 26%
Um estranho/caso de uma noite - 17%
Paixão/Romance - 14%
Dominância - 5%

Top 5 posições sexuais
De quatro - 26%
Vaqueira - 20%
Pernas nos ombros - 16%
Papai e mamãe - 10%
De joelhos - 8%

Vale lembrar que para qualquer fetiche ou novidade na cama ser eficiente para esquentar ou melhorar as coisas a dois é importantíssimo o diálogo. O casal deve alinhar as vontades e limites para funcionar bem.

"Muitas vezes nos preocupamos que ao compartilhar nossas fantasias, nosso parceiro nos olhe diferente", diz a Dra. Tammy Nelson, autora de When You’re the One Who Cheats. “Podemos ter medo de perder o respeito ou o carinho deles. A vergonha pode nos impedir de quebrar um impasse sexual. Muitas vezes, as pessoas deixam de correr o risco de se abrir, especialmente quando as fantasias são estranhas.”

A Dra. Nelson diz que há três coisas a serem consideradas ao abordar essas conversas, todas relacionadas à transparência e à reflexão.

“Primeiro, essa fantasia é apenas algo que você está curioso? Informar o seu parceiro que você está curioso sobre uma fantasia pode aliviar a pressão e começar uma conversa sobre como seria, o que vocês dois fariam e como ela poderia funcionar. Segundo, se essa é uma fantasia que realmente te excita, compartilhe o que é mais interessante sobre isso. Seu parceiro pode não ter o que chamo de 'empatia sexual' se não entender o que é interessante nela. Terceiro, se você tem um fetiche que deseja realmente colocar em ação, seja claro. Fazer acontecer é diferente de apenas ter curiosidade sobre isso. Deixe-os saber como, o que e quando.”



*Pesquisa com 2.625 membros do Ashley Madison entre 15 de janeiro de 2019 e 24 de janeiro de 2019

** Pesquisa com 1.230 membros do Ashley Madison entre 7 de julho de 2019 e 17 de julho de 2019