Eleições 2018

'Se Deus quiser, a gente liquida hoje', diz Bolsonaro ao votar

Candidato votou acompanhado de um forte esquema de segurança

Agência O Globo
- Atualizada em

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, votou no início da manhã deste domingo na na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, onde mora, acompanhado de um forte esquema de segurança, um enfermeiro e o filho, Flávio, que vestia um colete à prova de balas.

Foto: Ag.News

Bolsonaro disse que espera ganhar no primeiro turno e que já teria o apoio de 350 parlamentares, a maioria seria “honesta”, segundo ele. — Não haverá negociação partidária. Esse meu apoio de mais de 260 deputados da bancada ruralista, grande parte da bancada evangélica e da bancada de segurança. Então, no varejo nos temos aproximadamente de 350 parlamentares que querem estar conosco, grande parte desses são (sic) deputados honestos. E não querem conversar com Sérgio moro em Curitiba — disse o candidato.

Ele afirmou que está confiante na vitória no primeiro turno. - Se Deus quiser, a gente liquida hoje - disse.O candidato chega ao dia de votação como líder das pesquisas de intenção de voto.

A última pesquisa Datafolha antes das eleições, divulgada na noite deste sábado, Bolsonaro tinha 40% das intenções de votos válidos, seguido pelo candidato Fernando Haddad (PT), com 25%. Os dois são seguidos por Ciro Gomes (PDT, 15%), Geraldo Alckmin (PSDB, 8%) e Marina Silva (Rede, 3%) e João Amoedo (Novo, 3%).

Henrique Meirelles (MDB) e Alvaro Dias (Podemos) têm 2%; já os candidatos Guilherme Boulos (PSOL) e Cabo Daciolo (Patriota) registraram 1%.