Economia

Sem engordar o bolso: Dicas para economizar na Páscoa

Pesquisar já não basta – para se ter economia é preciso analisar diversos outros fatores que vão além do menor preço

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A Páscoa é uma data que as pessoas tendem a não passar em branco e, em época de crise, o  sempre busca as alternativas mais em conta para fazer isso acontecer. Leonídio de Oliveira Filho, empresário e criador do site Dica de Preço, aconselha que o consumidor busque a inovação em suas compras. “Para a criança, o que mais importa é o brinquedo que vem dentro do ovo, então vale mais a pena comprar um brinquedo do mesmo valor ou até menor do que do chocolate e dar um doce pequeno”, analisa ele.


Com o monitoramento de preços da ferramenta, que guarda o histórico de meses anteriores, o empresário afirma que os preços de alguns chocolates, neste momento, estão entre 10% e 25% mais caros do que o ano passado.

Outra possibilidade para a data, e que antes estava restrita somente como um complemento de renda, é o ovo caseiro. As formas para ovos de Páscoa são diversos, custam muito pouco, o que é um bom atrativo para o consumidor preparar seus próprios produtos, que acabam saindo bem mais em conta. Basta apenas comprar uma barra de chocolate, derreter e colocar na forma – o que agrada qualquer adulto mais tradicional que não dispensa os ovos nesta época do ano. Isso inclusive não é apenas bom para o cliente final, mas também para o microempreendedor que o vende.

“É preciso buscar alternativas e inovar no consumo, pois para um país que está em recessão, é uma situação difícil para o bolso do consumidor”, ressalta.