Natal

Sete dicas para evitar que as dores nas pernas na noite de Natal

Se você, só de pensar, já teme o saldo pós-festa, saiba que há como evitar ou minimizar esses danos

Agência O Globo
Dores nas pernas não podem ser desculpa para deixar de aproveitar as confraternizações de fim de ano com a família ou com os amigos. Se você, só de pensar, já teme o saldo pós-festa, saiba que há como evitar ou minimizar esses danos. A seguir, confira dicas do angiologista Thiago Rocha, que explica que isso tudo está relacionado à circulação:
 Varizes e veinhas finas acumulam sangue, que deveria estar retornando ao coração. Assim, elas inflamam e doem, o que gera o característico inchaço nas pernas. Além disso, o salto alto diminui o movimento das panturrilhas, concentrando ainda mais o sangue inflamado e causando as fortes dores - destaca o angiologista Thiago Rocha.
- Mexa-se: "A panturrilha é conhecida como o coração das pernas. No momento em que se retira o salto, se amplia o movimento dos pés e o bombeamento da panturrilha, melhorando a circulação e o retorno do sangue”, diz o especialista. Assim, movimente as panturrilhas sempre que possível!
- Leve uma flat: Durante a festa, se possível, reveze os sapatos. "Se começar a sentir desconforto nas pernas, troque o salto por alguma flat, seja sandália ou sapatilha".

- Descanse as pernas antes do evento: Ficar muito tempo sentado durante o preparo de maquiagens ou penteados pode deixar as pernas inflamadas antes mesmo da festa. “Por isso, procure parar de tempos em tempos e elevar as pernas acima da altura do coração por cerca de cinco minutos”, sugere Thiago.
- Hidrate-se: Tome bastante água antes, durante e após as festas. “Beber cerca de dois litros de água por dia melhora a hidratação dos membros e, consequentemente, a circulação do sangue”.
- Evite o álcool em excesso:Na medida do possível, tente ao máximo controlar a ingestão de bebidas alcoólicas, além de alimentos ricos em sal. “O consumo exagerado pode causar um desequilíbrio eletrolítico, o que piora os casos de inflamação e dor”, pontua o angiologista. E lembre-se: beba sempre água entre uma dose e outra, já que o álcool provoca desidratação.

-Invista num saltinho: No dia a dia, dê preferência aos saltos médios e pequenos. Eles permitem uma melhor movimentação das pernas e panturrilha, melhorando a circulação e retorno do sangue. “O uso de salto alto com frequência está relacionado, sim, ao aumento da dor nas pernas”, alerta.
- Faça massagens nos pés: Para turbinar a circulação e aliviar desconfortos, aposte em massagens nos pés. “Além de ser agradável, o estímulo melhora também a inflamação e o retorno sanguíneo”, finaliza Thiago.
Tags: Natal, Dica, Dor, Perna