Bahia

Terminais hidroviários na Ilha dos Frades e em Maragogipe passam à iniciativa privada

As empresas vão se responsabilizar por obras de reforma e ampliação dos equipamentos

Editoria Notícias & Empregos
- Atualizada em

Dois terminais em Maragogipe e o Terminal Hidroviário de Ponta de Nossa Senhora na Ilha dos Frades passarão a ser administrados pela iniciativa privada. Na última terça-feira (23), o contrato neste intuito foi assinado pelo vice-governador e secretário de Infraestrutura do Estado da Bahia, Otto Alencar, pelo diretor da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia, (Agerba), Eduardo Pessoa, e por representantes das empresas vencedoras da licitação.


As empresas vão se responsabilizar por obras de reforma e ampliação dos equipamentos. Na Ilha dos Frades, a concessionária VG Construções e Operações Marítimas Ltda investirá R$ 4.096 milhões na construção de um novo terminal na Ponta de Nossa Senhora, com 576 metros quadrados de área construída, além da recuperação da estrutura dos píeres e subaquática. O prazo de duração da concessão é de 25 anos e o valor da outorga foi de R$ 100 mil.


Já o conjunto do Terminal Hidroviário da cidade de Maragogipe e do atracadouro de São Roque do Paraguaçu, no mesmo município, passarão a ser administrados pela empresa Munks e Reboques Brasil Ltda. O investimento será de R$ 2.127.994,00 na reforma do terminal e no atracadouro, além da construção de novas áreas com o objetivo de melhorar o serviço prestado aos usuários. Segundo o contrato assinado com a Agerba, a empresa se obriga a reformar e ampliar o referido terminal, com 700 metros quadrados de área coberta e mais a recuperação da estrutura dos píeres e subaquáticas. Também se responsabiliza pelas futuras ampliações nas referidas áreas, quando necessárias, para atender a demanda, devidamente autorizadas pela prefeitura do município. O prazo de duração da concessão é de 15 anos, renovável por mais 15 anos, e o valor da outorga foi de R$ 200 mil e .


*Com informações da Secretaria de Comunicação do Estado (Secom)