Trânsito

Trânsito na Av. San Martin não tem previsão para ser liberado; dois sentidos estão bloqueados

Trecho foi completamente interditado, nos dois sentidos, ontem à noite

Redação Correio 24 horas
- Atualizada em



Carros utilizaram uma das pistas da avenida, ontem de manhã; à noite, trecho da via foi todo interditado (Foto: Mauro Akin Nassor)


Um trecho da Avenida San Martin, por onde passam 138 linhas de ônibus por hora, foi completamente interditado, nos dois sentidos, ontem à noite, pela prefeitura de Salvador. O tráfego estava ocorrendo em apenas uma pista, desde anteontem, quando o asfalto cedeu e deu lugar a uma cratera com mais de cinco metros de largura, após as chuvas dos últimos dias. Não há previsão para liberação do trecho, que fica entre o supermercado GBarbosa e a Igreja Universal, próximo ao viaduto de ligação com a Avenida Luis Eduardo Magalhães. “Uma parte é problema da Embasa reconhecido, e a outra parte pode ser problema de drenagem da rede de água. Uma das principais avenidas da cidade vai ter que ficar interditada por um período, porque o problema foi sério”, explicou o prefeito ACM Neto em coletiva sobre ações da prefeitura para a chuva. Segundo o secretário municipal de Manutenção (Seman), Marcílio Bastos, uma equipe do órgão detectou que o surgimento do buraco em uma das pistas foi provocado pelo rompimento de uma rede de esgoto  da Embasa. Ainda é investigado o motivo de a outra pista também ter cedido. “Uma equipe técnica está trabalhando para identificar o que causou a fuga de material (terra). Assim que as causas  forem diagnosticadas (do que fez a outra pista também ceder), iniciaremos os reparos e teremos condições de determinar quando a obra será concluída”, explicou. A Embasa informou que enviou uma equipe técnica até o local, na noite de ontem, mas que ainda não tinha uma previsão para o reparo. A Transalvador solicita que motoristas evitem trafegar pela região. Para quem não puder evitar o trecho e vai para o Largo do Tanque deve fazer o retorno no GBarbosa. Já quem segue para o Largo do Retiro deve retornar na Igreja Universal ou pegar um desvio para o bairro de Santa Mônica. Algumas linhas de ônibus terão roteiro modificado.  A prefeitura informou que enviou ofício alertando as empresas de ônibus.

Correio24horas