Educação

Vai fazer Enem? Professores dão dicas para a prova de Linguagens

Interpretação de texto é bastante cobrada, mas a prova demanda outras habilidades

Agência O Globo

Charge, notícia de jornal ou Carlos Drummond de Andrade. A prova de Linguagens do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é recheada de questões de interpretação de texto com diferentes abordagens. O GLOBO escutou professores da área para apontar o perfil da avaliação que ocorre no próximo dia 4.

Foto: Divulgação

Para o professor Tássio Leonardo, de Língua Portuguesa do Colégio de A a Z, o aluno deve ter atenção aos gêneros textuais.

- Uma dica valiosa é ficar atento aos gêneros textuais, como anúncios publicitários. Hipertexto também é um assunto que merece atenção e que os estudantes podem encontrar na prova. Também é possível citar literatura de cordel ou assuntos relacionados ao mundo virtual, como a rede social Twitter.

O docente também aponta que perguntas sobre os usos diferentes da língua podem cair.

-Uma das apostas é a variação linguística, com questões referentes ao uso da língua nas variantes culta ou coloquial. Outra parte bastante recorrente são as funções de linguagem, principalmente a função apelativa.

Para Gabriella Jardim, professora de Lingua Portuguesa e Redação do Colégio Pensi e do QG do Enem, o aluno deve compreender que a prova não é só de interpretação de texto.

- Para uma prova de Linguagens de excelência, é fundamental entender a importância de 45 questões em sua nota final. Muitos alunos acreditam que essa prova limita-se a interpretações de texto e, por essa razão, deixam de lado o estudo da Língua Portuguesa. Outro fator que colabora para tal comportamento é o peso dessa parte da prova não ser tão grande quanto o de outras matérias - analisa.

A professora indica quatro conteúdos que são constantemente cobrados: variação línguistica, funções da Linguagem, valor semântico dos conectivos, características básicas das épocas literárias e gêneros literários e  textuais. Com tantos recortes possíveis, Gabriella diz que é necessário manter a calma na hora de resolver a avaliação.

- É uma prova extensa e com muito texto, cansativa. É preciso lembrar que a quantidade de questões acertadas é um estímulo a quem está em uma corrida contra o tempo. Portanto, faça a prova com calma, lembrando que o maior obstáculo que se pode ter é si mesmo, uma vez que o nervosismo é um grande vilão, atrapalhando a memorização do candidato