Carros

Vai pegar o carro no feriadão? veja os principais riscos de acidente de trânsito

Ferimentos causados por acidentes de trânsito são a nona maior causa de mortalidade no mundo – vitimam cerca de 1,25 milhão de pessoas por ano

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Dirigir exige constante atenção e disposição do motorista, já que qualquer deslize no volante pode trazer graves consequências. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os ferimentos causados por acidentes de trânsito são a nona maior causa de mortalidade no mundo – vitimam cerca de 1,25 milhão de pessoas por ano.

No Brasil, que ocupa o quarto lugar no ranking de mortes em acidente de carro nas Américas, acontece em torno de 47 mil óbitos por ano e 400 mil pessoas ficam com algum tipo de sequela nesse tipo de acidente, ainda segundo a OMS.

Foto: Reprodução

O cirurgião Renato Poggetti, especialista em trauma, indicou os erros mais comuns ao volante e como evita-los.

Confira:

1 - Velocidade:

A velocidade do veículo é a principal responsável pela lesão e ainda pode influenciar na extensão dos ferimento nas vítimas de um acidente. Por exemplo, em um acidente envolvendo motocicletas 30 km/h pode ser fatal. Já para carros 55 km/h são o suficiente. Para manter a dirigibilidade segura, fique atento a sinalização da via, principalmente quanto ao limite de velocidade indicado.

2 -  Atenção no trânsito:
Cuidado com o uso de aparelhos eletrônicos ou até mesmo discussões durante a condução do veículo. Segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego, digitar no celular enquanto dirigir aumenta em 23 vezes o risco de causar um acidente. Conduzir um veículo exige muita prudência, qualquer ato que tira a atenção do motorista da via é perigoso para quem está guiando e também para as pessoas ao redor. Só atenda ligações ou responda mensagens com o veículo parado em um  local seguro.
 
3 - Intoxicação:
O uso de álcool ou substâncias psicoativas  compromete a atenção e a capacidade de raciocínio do indivíduo, condições imprescindíveis para segurança nas vias. Por isso, após ingerir essas substâncias evite assumir o volante.