Comportamento

Vai viajar com crianças? Confira algumas dicas de ouro

Julho é um mês típico de férias escolares e, por isso, muitas famílias aproveitam para viajar e isso inclui as crianças

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Julho é um mês típico de férias escolares e, por isso, muitas famílias aproveitam para viajar e isso inclui as crianças. Se o meio de transporte será o avião, é preciso ter alguns cuidados antes do embarque. O site Skyscanner, buscador global de viagens, listou algumas dicas de ouro para viajar com bebês ou crianças. Confira:


Idade da criança: A recomendação, de um modo geral, é que bebês com menos de dois meses não façam viagens de avião. Além da pressão causada pelas viagens, bebês muito novos ainda estão em fazer de desenvolvimento do sistema imunológico e, por ser um espaço fechado, a aeronave pode facilitar a transmissão de algumas doenças.


Valores das passagens: Em voos domésticos, crianças com menos de 2 anos normalmente não pagam passagem se acomodadas no colo de um adulto. Já em voos internacionais, as companhias costumam cobrar cerca de 10% do preço total da tarifa. Acima dos 2 anos, é obrigatório que as crianças sejam acomodadas em um assento e os valores das passagens variam entre 50% e 75% do preço total da tarifa.

Documentação exigida: Para voos internacionais, o passaporte é indispensável, independentemente da idade da criança. Em casa de viagens na companhia de apenas um dos genitores, é necessário uma autorização com firma reconhecida daquele que não vai embarcar. Já para voos nacionais, a certidão de nascimento ou RG são suficientes na hora do embarque.

Bagagem de mão: É preciso lembrar que na bagagem de mão deve conter itens essenciais para as crianças, caso haja algum imprevisto, como roupas extras, alimentos, além de brinquedos e livros para distração delas. Mas é importante não esquecer dos limites de peso permitidos por cada companhia aérea. 

Na hora do embarque: Deixe a ansiedade de lado e embarque por último, sem pressa. Embora pessoas com crianças de colo tenham preferência na hora de entrar no avião, o ideal é que o embarque seja feito apenas depois de todo mundo por uma razão bem simples: quanto menos tempo a criança ficar dentro do avião, menor a chance de ela se irritar. Se tiver um acompanhante viajando junto, ele pode embarcar na fila prioritária e acomodar as malas antes.