Saúde

Veja 5 mitos sobre o uso de bebida alcoólica que podem comprometer sua saúde

Entenda com os erros mais rotineiros cometidos pelos usuários de bebida alcoólica

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A segunda-feira é considerada o dia oficial da ressaca. Seja de sono ainda pendente ou por conta da ingestão excessiva da bebida alcoólica, é importante entender o que acontece com o organismo quando estamos "de ressaca". Confira a lista a seguir que reúne os 5 principais mitos sobre o uso excessivo da bebida alcoólica. Veja se você acreditava em alguns deles e evite voltar à praticá-los. 1) "Deixe ele dormir em qualquer lugar!"
Quando as pessoas bebem além do que o corpo pode aguentar, elas desejam fazer o mínimo esforço possível e caem em qualquer lugar. Contudo, é fundamental notar a diferença entre alguém que está dormindo de uma pessoa que está inconsciente.


Existe o risco do bêbado vomitar e se afogar no próprio vômito, já que não consegue acordar para vomitar adequadamente – e o líquido descerá para os pulmões. Se alguém que está ao seu lado, seja um amigo ou desconhecido passou mal e desmaiou de tanto beber, você deve deitá-lo de lado, com um espaço para ele poder vomitar caso necessário. É importante verificar regularmente se ele está respirando normalmente também. Caso ele comece a vomitar e não acordar de jeito nenhum, é o momento de chamar ajuda médica.

Ingerir aspirina antes de sair para beber com os amigos não previne ressaca

2) A bebida te deixará mais aquecido

Ingerir bebidas alcoólicas não deixará você necessariamente mais aquecido, muito pelo contrário. Quando bebemos, as nossas veias sanguíneas são dilatadas, e o sangue é levado à superfície do corpo, bem mais perto da pele – o que faz você se sentir mais quente e pode deixar seu rosto rosado. Contudo, esse calor que foi à superfície deixou o seu organismo internamente mais frio, fazendo com que a temperatura total baixe, apesar de a pele esquentar.

Se você está em um local muito frio, como no topo de uma montanha cheia de neve, beber algo alcoólico certamente não o deixará mais quente, inclusive tornará a situação pior. Nesses casos, é melhor buscar por outras alternativas para se esquentar.


3) O uso de aspirina antes de ingerir bebida irá prevenir as ressacas
A aspira não possui o poder de combater os efeitos das noites de bebedeiras – e não farão você se sentir melhor no dia seguinte. Uma pesquisa da Associação Médica Americana identificou que ingerir aspirinas antes de beber pode desacelerar o metabolismo do corpo em relação ao álcool.


Isso significa que o nível de álcool no sangue pode ficar muito mais alto, além de seus efeitos durarem bem mais. Quando estiver se sentido mal devido às ressacas, o melhor que você pode fazer é beber bastante água para hidratar o organismo, e é recomendado beber água também entre o consumo das latinhas de cerveja ou outras bebidas de teor alcoólico.4) Beber café vai te deixar acordado e esperto
 Maior companheiro para combater  o sono nas manhãs de segundas, o café não vai combater o mal-estar provocado pelo álcool. O café é um estimulante, porém não é forte o suficiente para eliminar os efeitos colaterais das bebedeiras – beber café não o deixará menos bêbado.5) É possível enganar o teste do bafômetro
O bafômetro é um aparelho  preciso, e você dificilmente conseguirá enganá-lo se tiver que fazer o teste. S você sabe que vai ingerir bebida alcoólica, o recomendado é, pegar um táxi ou voltar de carona com um amigo que não bebeu. Esqueça as histórias bizarras de quem se livrou da blitz de alcoolemia apenas mascando chicletes  ou balas.