Empreendedorismo

Veja como empreendedor pode usar a internet a favor de seu negócio

É preciso saber lidar com a ferramenta para obter bons resultados

Agência O Globo

Procurar um serviço ou um produto na internet é atividade rotineira para milhares de pessoas. Não somente nos buscadores virtuais, mas também nas redes sociais. O Facebook, por exemplo, tem uma ferramenta para os empreendedores divulgarem suas páginas comerciais, nas quais é possível fazer anúncios e até montar lojas digitais. Mas é preciso saber lidar com a internet para obter bons resultados.

Professora e consultora de Mídias Sociais, Liliane Ferrari recomenda ir além.

— Já foi-se o tempo da presença digital. Hoje, a marca deve passar para uma atuação digital, que é não só estar presente como ter um papel relevante. E ela não vai conseguir isso publicando na rede social a mesma publicidade que ia para o outdoor e para o folheto. Precisa usar outras técnicas, como gerar um conteúdo que interesse para o seu público e se apropriar do universo em que está inserida. Por exemplo, se a empresa vende para surfistas, deve montar uma galeria de imagens para eles, dar dicas para quem quer começar ou ter uma carreira no surfe amador — afirma.

As redes, no entanto, não expõem apenas o que os empreendedores desejam. O Facebook, por exemplo, tem uma ferramenta de avaliação das páginas para os clientes e, é claro, sempre podem surgir reclamações em posts e mensagens privadas.

— É um canal de comunicação de mão dupla. Assim como as marcas querem publicar o que têm para ofertar, devem estar dispostas a ouvir o que as pessoas querem falar ou observar como querem interagir. Como lidar? De maneira transparente. É preciso analisar se é uma crítica pertinente, tentar levar a pessoa para uma conversa privada no inbox e, se ela insistir em tratar o assunto em público, prosseguir. Além disso, claro, a empresa deve admitir se houve erro por parte da marca - explica a consultora.

Ou seja, a autocrítica é fundamental, completa Liliane:

— Uma vez um aluno me falou que vinham em comentários reclamar sobre o produto dele. Eu disse que, então, ele deveria levar em consideração e pensar em mexer em seu produto.

A professora e consultora tem um curso disponível na plataforma de ensino online eduK sobre o assunto, “Tudo sobre Facebook para negócios”.