Economia

Venda de caminhões cresce quase 30% no primeiro trimestre

De janeiro a março deste ano, as concessionárias venderam quase 25,8 mil caminhões contra 20,2 mil unidades vendidas no mesmo período do ano passado

Redação iBahia
- Atualizada em

Mostrando que o brasileiro é especialista em driblar as dificuldades, a venda de caminhões surpreendeu no primeiro trimestre de 2021. Embora a economia mundial esteja sofrendo os impactos da pandemia, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) vem publicando bons resultados obtidos pelo setor.

De janeiro a março deste ano, as concessionárias venderam quase 25,8 mil caminhões contra 20,2 mil unidades vendidas no mesmo período do ano passado. Essa diferença corresponde a um crescimento de 27,55% em relação ao primeiro trimestre de 2020.

Foto: Divulgação

O volume de entregas de caminhões também cresceu. A Fenabrave registrou quase 10,8 mil emplacamentos em março. Essa quantidade corresponde a um crescimento de 65,79% em relação a março de 2020, quando foram entregues 6,5 mil veículos. O aumento de fevereiro foi 39,88% superior ao de fevereiro de 2020, com quase 7,72 mil emplacamentos registrados.

O cenário é animador, mas o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, demonstra cautela para cravar um quadro de recuperação. “Essa alta das vendas de caminhões está sobre uma base muito baixa registrada em 2020”, explica.

Ranking por marca

O caminhão Mercedes está no topo do ranking de vendas de caminhões novos. A marca alemã tem 33,12% de participação no primeiro trimestre.

A Volkswagen/MAN vem em seguida com 28,21% do mercado. A Volvo aparece na terceira posição, com 16 % da fatia, completando o TOP 3. Em seguida vêm Scania, com 12%, Iveco, com 5,74%, e DAF, com 4,46%.

Ranking por segmento

Os pesados mantêm a liderança na venda de caminhões por segmento. O desempenho foi acima de 50% de participação do acumulado no primeiro semestre. Em seguida vêm os semipesados (26,38%), os leves (9,48%), os médios (8,68%) e os semileves (5,25%).

Ranking por modelo

Em primeiro lugar está o Volvo FH 540. Mais de 1,8 mil unidades desse modelo de cavalo-mecânico foram emplacadas no trimestre passado. Na sequência vêm os modelos Scania R 450, com 1,39 mil unidades, e DAF XF, com 1,1 mil unidades vendidas.