Mundo

Vídeo mostra resgate de meninos dentro da caverna na Tailândia; assista

Imagens mostram como os meninos foram transportados em maca nas partes secas do trajeto

Agência O Globo

Um vídeo da Marinha da Tailândia divulgado nesta quarta-feira mostra o trabalho de resgate dos 12 meninos e seu treinador de futebol dentro da caverna parcialmente inundada. As imagens revelam uma numerosa equipe de profissionais com equipamento de mergulho transportando uma das vítimas em uma maca de proteção.

Foto: Reprodução
O vídeo veio acompanhado de um texto que fala sobre "a operação que o mundo deve lembrar":

"Não vamos esquecer os 18 dias em que o mundo se uniu na caverna de Tham Luang", diz o texto na pagina da Marinha da Tailândia. "Vamos lembrar do sacrifício e da coragem".

Segundo um dos socorristas, alguns dos meninos estavam adormecidos — informação que contraria o governador da província que afirmou que os meninos não foram sedados.

— Alguns deles estavam dormindo, outros moviam os dedos (como se estivessem) grogues. Mas respiravam — disse o comandante Chaiyananta Peeranarong, último resgatista a sair da caverna.

A operação de resgate terminou na terça-feira, após três dias intensos de trabalho. Na primeira etapa, quatro meninos foram retirados na caverna no domingo. No dia seguinte, mais quatro. E, na terça-feira, os últimos quatro e o treinador foram salvos.

Todos estão internados em um hospital em Chiang Rai e passam bem, segundo os médicos. Mais magros, mas sem sinais de estresse. Eles foram medicados e vacinados, e os que apresentaram indícios de pneumonia estão se recuperando.

Os pais dos dois primeiros grupos que deram entrada no Hospital Chiang Rai Prachanukroh puderam visitá-los nos quartos, mas precisaram usar roupas de proteção e permanecer pelo menos a dois metros de distância.
Menino é transportado em maca em trajeto arriscado para sair de caverna na Tailândi - Reprodução

Os 12 meninos, que foram acompanhados de dois mergulhadores durante a travessia, tiveram de mergulhar na maior parte do trajeto, mas eram carregados em macas quando alcançavam solo seco. Os médicos disseram que eles se cuidaram muito bem dentro da caverna.

— Na nossa avaliação, eles estão em boa condição e sem estresse. As crianças foram bem cuidadas dentro da caverna. A maioria dos meninos perdeu dois quilos em média — disse Thongchai Lertwilairattanapong, inspetor-geral do Ministério da Saúde da Tailândia, à imprensa.

O primeiro-ministro tailandês, Prayuth Chan-ochra, fez um pronunciamento televisionado para agradecer todos os envolvidos que "compartilharam experiência, mão-de-obra e equipamentos" na dramática operação de resgate. Profissionais de Reino Unido, Estados Unidos, Japão, Laos, Mianmar, China e Austrália colaboraram, segundo um documento do governo. Havia também voluntários de Dinamarca, Alemanha, Bélgica, Canadá, Ucrânia e Finlândia.

Uma autoridade policial australiana reconheceu o grau de cooperação internacional "em um ambiente muito hostil".

— É incrível o que o humano pode fazer. Há pessoas extraordinárias fazendo coisas extraordinárias — disse Glenn McEawn, gerente da Polícia Federal Australiana da Ásia, à imprensa em Chiang Rai. — Estamos honrados por fazer parte disso. Resgatar o time Javalis Selvagens e levá-lo em segurança aos braços de seus entes queridos é uma das boas notícias do ano.