E. C. Vitória

Vitória é o time que mais fez gol entre os 20 da Série A no ano

Até agora, rubro-negro balançou as redes 21 vezes

Fernanda Varela, do Correio 24h (fernanda.varela@redebahia.com.br)

Se tem Vitória em campo, tem bola na rede. O rubro-negro começou 2018 com o pé calibrado e, nas nove partidas que fez na temporada, não deixou o torcedor com o grito preso na garganta em nenhuma. Não à toa, o Leão tem o melhor ataque entre os 20 times que disputarão o Campeonato Brasileiro este ano.

O Vitória tem 21 gols marcados. Na sequência, vêm Vasco e Ceará, com 18. A média é de 2,3 gols por jogo. Boa inspiração para quem tem um Ba-Vi pela frente. O primeiro clássico do ano será neste domingo (18), às 16h, no Barradão.

A escalação de responsáveis pelos bons números ofensivos do rubro-negro no começo da temporada é distribuída entre 11 atletas. Os dois que mais acertaram o alvo são Neilton e Denilson, ambos com quatro gols. Em seguida, vem Kanu, que já meteu três bolas na rede. O zagueiro, inclusive, terminou 2017 no top 5 de artilheiros do Leão, com seis gols, atrás apenas do trio de atacantes Kieza, André Lima e David, e empatado com o meia Cleiton Xavier.

Outros que também contribuíram para a alcunha de melhor ataque do ano são André Lima e Yago, com duas bolas na rede, além de Rhayner, Uillian Correia, Bryan, Juninho, Jonatas Belusso e Tréllez, hoje no São Paulo, com um gol cada.

Esta não é a primeira vez que o Vitória alcança o feito de ter o melhor ataque entre os principais clubes do país. Em 18 de fevereiro de 2017, há exato um ano, o rubro-negro tinha 19 gols marcados em sete jogos e desbancava todos os times que disputariam a Série A. O primeiro Ba-Vi daquele ano aconteceu no dia 9 de abril. Na época, o Leão ainda tinha a melhor campanha entre os clubes da elite brasileira com 19 vitórias, dois empates e uma derrota em 22 jogos, aproveitamento de 89%. O técnico era Argel.

Este ano, o Leão acumula sete vitórias, um empate e uma derrota, o que rende um aproveitamento de 81%. 

Bahia ganha na defesa

Adversário deste domingo, o Bahia começou a temporada com números mais modestos que o Vitória. O tricolor atuou em sete partidas e fez 10 gols – seis deles no jogo passado, contra o Vitória da Conquista, que o time de Guto Ferreira goleou por 6x1, no dia 7 de fevereiro.

No quesito defesa, o Bahia leva vantagem: levou quatro gols, e o Vitória oito. A média tricolor é de 0,57 gol sofrido por partida, enquanto a rubro-negro é de 0,88.

No ano, o Bahia tem três triunfos, dois empates e duas derrotas. O aproveitamento é de 52%.