Tecnologia

WhatsApp adia prazo de atualização de política de privacidade; veja nova data

Anteriormente, os internautas poderiam negar o compartilhamento de informações com o Facebook, mas isso deveria ser feito em um prazo de 30 dias

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Após a repercussão negativa e a fuga de usuários, o WhatsApp decidiu, nesta sexta-feira (15), adiar o prazo das mudanças de atualização de política de privacidade do aplicativo.

Anteriormente, o prazo para que os usuários concordassem ou não com as novas normas de privacidade era até o dia 8 de fevereiro. Agora, ele foi estendido até o dia 15 de maio. As informações são do jornal O Globo

“Ninguém terá sua conta suspensa ou excluída em 8 de fevereiro”, afirmou o WhatsApp, em comunicado. A plataforma explicou que isso foi feito para que o aplicativo pudesse utilizar novas ferramentas em contas comerciais.

No documento, a empresa disse ainda que 'nada mudou' e que a atualização do documento  “não expande nossa capacidade de compartilhar dados com o Facebook”.

De acordo com a apuração do jornal, em uma comparação detalhada entre a versão atualizada e a recente da política de privacidade, não há mudanças significativas sobre o compartilhamento de dados dos usuários nem nas regras de compartilhamento com empresas do Facebook, pois isso já ocorria.


O que chamou a atenção dos usuários é o pedido de compartilhamento de informações que se tornou compulsório. Anteriormente, os internautas poderiam negar o compartilhamento de informações com o Facebook, mas isso deveria ser feito em um prazo de 30 dias.