Tecnologia

WhatsApp: veja o que fazer ao ser vítima de uma conta fake no seu nome

Para se proteger, caso um familiar ou amigo tenha sido clonado, o analista recomenda prestar atenção a possíveis erros ortográficos ou repetição de palavras nas mensagens recebidas

Stephanie Tondo, da Agência O Globo

Usuários do WhatsApp no Brasil têm relatado um novo tipo de fraude na plataforma. Trata-se da criação de um perfil fake, com a foto do usuário, mas um número de telefone diferente. Nessa modalidade de golpe, o criminoso já possui os dados pessoais da vítima, assim como sua lista de contatos do aplicativo. Através da nova conta, ele conversa com os amigos e familiares do usuário, na tentativa de conseguir extrair informações ou pedir dinheiro, por exemplo.

Para Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil, a vantagem desse golpe para os fraudadores é que quem tem o perfil "falsificado" não fica sabendo que os criminosos estão usando sua identidade para aplicar a extorsão, apenas se for avisado por algum conhecido.

É diferente de quando ocorre uma invasão da conta da vítima, o que é imediatamente percebido pelo usuário, que tem o aplicativo bloqueado.

— Para prevenir esse tipo de fraude e evitar o roubo de conta no WhatsApp, sempre recomendamos ocultar a foto de perfil para quem não estiver na lista de contatos. Dessa forma, o usuário escolhe mostrar a foto apenas para os contatos adicionados, dificultando o roubo de imagem por cibercriminosos — afirma Assolini, que aconselha também não usar a mesma foto de perfil em todas as redes sociais.

Foto: reprodução / Pexels

Para se proteger, caso um familiar ou amigo tenha sido clonado, o analista de segurança cibernética recomenda prestar atenção a possíveis erros ortográficos ou repetição de palavras nas mensagens recebidas — indícios podem alertar que se trata de perfil falso.

— Caso receba uma dessas mensagens, sempre confirme por ligação telefônica no número que já tinha se a pessoa realmente entrou em contato com você — diz Assolini.

Estão usando minha foto em outra conta de WhatsApp: o que fazer?

Segundo o WhatsApp, contas não autênticas (por exemplo, se fazendo passar por outra pessoa) devem ser reportadas por meio da opção “denunciar” disponível no menu do aplicativo.

Também é importante enviar um e-mail para support@whatsapp.com para informar sobre uma conta que esteja fazendo uso indevido de seu nome e/ou foto. O usuário receberá um retorno em até 48 horas.

— O aplicativo conta com uma ferramenta própria que avisa automaticamente os contatos caso alguém tenha mudado de número. Por isso, caso reconheça uma conta falsa no WhatsApp, denuncie como Spam. É necessário que o usuário vá até as configurações do contato, selecione "Denunciar contato" e escolha entre "Denunciar e bloquear" ou somente "Denunciar". Caso tenha informações sobre o golpe (ou quem o está aplicando), a vítima também pode fazer uma denúncia para a Polícia — afirma Fabio Assolini.

O WhatsApp também recomenda que os usuários que vierem a passar por alguma situação danosa pela conduta irregular de terceiros sempre procurem os devidos órgãos de proteção responsáveis para o registro de Boletins de Ocorrência e demais ações cabíveis.

Tive a minha conta roubada, e agora?


- Solicitar a verificação da conta via SMS

Reinstale o WhatsApp, entre com seu número de telefone e confirme o código de seis dígitos que você receberá via SMS. Dessa forma, qualquer indivíduo que estiver usando sua conta será desconectado automaticamente.

- Notificar amigos e família

Muitos golpistas usam sua lista de contatos para solicitar informações sigilosas e pedir depósitos em dinheiro. Se sua conta for violada, entre em contato com pessoas próximas para avisar sobre o ocorrido e para que ninguém possa se passar por você. 

- Entrar em contato com a equipe de atendimento do WhatsApp

Mande um e-mail para support@whatsapp.com. O e-mail pode ser enviado em português, com assunto como “Conta clonada/roubada” e deve conter o número em formato internacional (+55  DDD ...). Descreva o ocorrido com o máximo de detalhes possível no corpo do e-mail. 

- Ampliar sua camada de segurança ativando a confirmação em duas etapas

A confirmação em duas etapas possibilita o cadastro de um e-mail e de um PIN de seis dígitos de verificação que será solicitado se houver uma tentativa de entrada na sua conta de WhatsApp. Esse código, assim como o SMS do WhatsApp, não deve ser compartilhado com ninguém, nem com amigos e familiares.