E. C. Bahia

Árbitro diz em súmula que Edson revidou cusparada em Kleber

Volante tricolor e atacante do coxa foram expulsos aos 25 minutos do segundo tempo no empate por 0x0 no Couto Pereira

Redação Correio 24h
- Atualizada em

O empate por 0x0 com o Coritiba no Couto Pereira deu ao Bahia o primeiro ponto fora de casa e colocou o tricolor no G6 do Brasileirão. Mas o duelo foi manchado por lances de violência protagonizado pelo atacante Kleber, do Coxa, e expulsões.

Aos 25 minutos, o árbitro o Wagner Reway, do Mato Grosso, expulsou o atacante Kleber e o volante Edson. Na súmula, o juiz justificou o cartão vermelho. Segundo ele, os atletas cuspiram um no outro dentro de campo. De acordo com Wagner Reway, o atacante do Coritiba cuspiu primeiro e o volante tricolor revidou logo depois.   

Antes de deixar o campo mais cedo, o atacante Kleber foi o nome negativo do jogo. Ele acertou cotoveladas nos jogadores do Bahia e chegou a dar um soco no rosto de Edson dentro da área, lance ignorado pelo árbitro e que gerou revolta na torcida tricolor.

Em campo, Bahia e Coritiba fizeram um jogo truncado, mas com chances para os dois lados. Nos últimos minutos, o goleiro Wilson defendeu um chute de Zé Rafael e livrou o coxa de levar o gol. A resposta alviverde veio segundos depois. Matheus Reis tentou cortar o cruzamento de Alecsandro e quase fez contra, mas Jean conseguiu salvar.

O Bahia volta aos gramados no próximo domingo (18), quando recebe o Palmeiras na Fonte Nova. Além de Edson, o técnico Jorginho não vai poder contar com o meia Allione e o volante Matheus Sales. Emprestados pelo time paulista, eles não poderão entrar em campo por força contratual.