E. C. Bahia

Bahia aguarda a resposta de Morais sobre seu novo contrato

Diretoria do esquadrão diz que equiparou salário e oferece longo contrato ao meia

Herbem Gramacho|Redação CORREIO (herbem.gramacho@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Morais não chegou no Natal e dificilmente vem para o Bahia antes do Reveillon. A negociação envolve liberação do Corinthians, o acerto financeiro e o tempo de contrato do meia no Fazendão. Duas das três etapas estão resolvidas.

A primeira parte, que cabe ao clube paulista, já foi superada. Morais só tem contrato até junho de 2012 e, sem interesse na renovação, o Corinthians libera o atleta que, a partir do dia 1º de janeiro, pode assinar um pré-contrato com qualquer outro time.

Feito isso, a conversa deixou de ser de clube pra clube e passou a ser entre o Bahia e o jogador. Conforme antecipamos na terça-feira, Morais quer fazer um contrato longo. E como foi um dos destaques no acesso  em 2010, o Bahia banca o risco. “Oferecemos um contrato de três anos.  Idade não é problema no caso dele, que está com 26, 27 anos”, afirma o gestor de futebol tricolor, Paulo Angioni.

Pois é, o último obstáculo é a grana. O empresário de Morais, Fabiano Farah, deixa uma pista. “O que eu posso falar é que existe sim uma negociação. E um dos grandes princípios da negociação é Morais não ter uma perda salarial”.

Angioni diz que o Bahia garante isso. “Fizemos uma contraproposta. Dentro daquilo que a gente tem conhecimento, nossa proposta é igual (ao salário dele no Corinthians)”. Morais está com 27 anos.