E. C. Bahia

Bellintani revela negociação frustrada do Bahia por atacante

Presidente tricolor confia que elenco atual pode produzir mais e pede paciência à torcida

Vitor Villar, do Correio 24 horas

Nesta quinta-feira (19), Guilherme Bellintani gelou a expectativa do torcedor de ver o Bahia com uma boa quantidade de reforços para a Série A. Em entrevista coletiva, o presidente disse que o elenco atual foi montado visando toda a temporada, e pediu paciência à torcida.

Além disso, o mandatário revelou que o tricolor teve uma tentativa frustrada de contratar Roni, atacante que está em litígio com o japonês Albirex Niigata. “Procuramos ele por intermédio do clube, enviando um representante nosso ao Japão. Não conseguimos chegar a um denominador em comum e demos a negociação por concluída”, explicou.

Bellintani deu a entender que não fará tantas contratações (Felipe Oliveira / EC Bahia)

Revelado pelo Remo, Roni foi contratado pelo Cruzeiro em 2015. Em 2016, foi emprestado ao Náutico, e em 2017, ao Albirex Niigata. Em abril, ele rescindiu o contrato com o Cruzeiro, ficando livre para negociar com qualquer clube. Os japoneses alegam que o atacante assinou um contrato em definitivo com eles, e cobram a permanência do atleta. Por isso, enviou à CBF uma carta reclamando do ‘assédio’ do Bahia.

“O clube (japonês) reclamou de eventuais negociações que o Bahia estaria fazendo diretamente com o atleta, e isso não é verdade. Nós procuramos o time oficialmente, no nosso entendimento não faz menor sentido”, reiterou Bellintani.

Paciência

O presidente tricolor disse que a chegada da Série A não vai significar uma mudança drástica no elenco, com novas contratações: “Nós contratamos 11 atletas visando o Brasileirão, a diferença é que não esperamos chegar na véspera do torneio para trazê-los. A gente mostrou, na primeira fase do ano, que não foi contratação que fez a mudança de postura do time”, disse.

“Os reforços virão se entendermos que podem somar ao grupo que temo. Nós contratamos esses 11 atletas para o Brasileiro e para as outras quatro competições. É um time preparado para toda a temporada, mas isso não quer dizer que não olhamos para outras possibilidades. Só que não adianta trazer para satisfazer a torcida em um curto prazo”, finalizou o presidente tricolor.

O Bahia fez apenas uma contratações após o Campeonato Baiano, a do goleiro Fernando Boca, de 21 anos, que inicialmente chega para o time sub-23 e para ser terceiro goleiro do elenco, atrás de Douglas e Anderson.