E. C. Bahia

Edigar Junio comemora retorno e briga sadia no ataque tricolor

Atacante entrou em campo pela última vez na derrota para o Flamengo, em junho

Gabriel Rodrigues, do Correio 24h (gabriel.rodrigues@redebahia.com.br)

Depois de 77 dias longe dos gramados em uma partida oficial, a espera de Edigar Junio para entrar em campo com a camisa do Bahia está perto de chegar ao fim. Recuperado de uma canelite (inflamação na canela), o atacante está à disposição para a partida contra o Atlético-GO, segunda-feira, e quer colocar uma dúvida na cabeça do técnico Preto.

“A gente sabe que, quando você para, perde muito do ritmo, ainda mais se tratando do Brasileiro. Mas venho trabalhando firme, evoluindo a cada dia. Espero que, nesse próximo jogo, se tiver oportunidade, venha a fazer uma boa apresentação”, afirmou o atacante, cujo último jogo foi a derrota para o Flamengo por 1x0, no dia 25 de junho.


Mas para voltar a atuar, Edigar terá que vencer a concorrência. No período em que passou no departamento médico, ele viu Zé Rafael e o colombiano Mendoza se consolidarem entre os titulares. E no comando de ataque, Rodrigão passou a ser referência.

“Procuro sempre estar ajudando o Bahia de algum jeito. Todo mundo quer sempre estar jogando. Eu consegui me adaptar bem como centroavante, mas minha posição de origem sempre foi jogando nas pontas. Venho trabalhando para voltar a ter esse condicionamento de subir e voltar para atacar. Estou voltando agora para jogar na minha posição de origem”, continuou.

Além de Edigar Junio, Preto Casagrande terá outras opções para montar o time que inicia contra o Atlético-GO a sequência de dois jogos fora de casa - depois, pega o Cruzeiro, dia 17. O argentino Allione e o atacante Hernane também foram liberados pelos médicos e treinaram normalmente durante a semana.

Nova defesa
A dor de cabeça ruim para Preto está no setor defensivo. Capitão do time, Tiago ainda se recupera de uma lesão no pé e ontem ficou apenas na academia. Sem o zagueiro, o garoto Rodrigo Becão foi o escolhido para formar a dupla titular ao lado de Lucas Fonseca.

Além de Becão, Preto tem como opções os zagueiros Eder, Everson e Thiago Martins, recém-contratado e que já está regularizado.