E. C. Bahia

Em baixa, Bahia e Vitória se enfrentam no Barradão pelo Campeonato Brasileiro

Válida pela 11ª rodada da competição, partida acontece às 16h

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Quer melhor volta por cima do que vencer seu maior rival? É o que o Bahia e o Vitória buscam neste domingo (2), às 16h, no Barradão, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois times estão em baixa e buscam reabilitação no torneio nacional. 

O Bahia não vence há cinco rodadas - sendo um empate e quatro derrotas - e caiu para  17ª colocação, com 10 pontos. Já o Vitória, após três rodadas sem perder, voltou a ser derrotado e continua na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com oito pontos. É com esse cenário que os dois times disputarão os três pontos em um Barradão com torcida única - por sugestão do MP acolhida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Último Ba-Vi disputado no Barradão foi pelo Campeonato Baiano / Foto: Maurícia da Matta / E.C Vitória

Do lado tricolor, o técnico Jorginho busca vencer a primeira fora de casa e, para isso, contará com o retorno de um dos principais jogadores do elenco: Renê Júnior. O volante cumpriu suspensão automática contra o Flamengo, após ser expulso na derrota para o Corinthians. Régis, outro importante jogador do elenco, e que esteve no banco de reservas nos últimos jogos, pode ser titular. O zagueiro Jackson voltou a treinar e pode ser a novidade no time. 

Por outro lado, o comandante do Bahia não contará com Lucas Fonseca, expulso contra o Rubro-Negro carioca, e Edson, que além de estar em fase de transição, foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com seis jogos de suspensão por ter cuspido em Kléber, no empate contra o Coritiba. 

Na Toca do Leão a palavra de ordem é suspense. Durante toda a semana, o técnico Alexandre Gallo fechou os treinamentos à imprensa. Apesar do segredo, uma mudança é certa no time: o zagueiro Fred, machucado na coxa, está vetado. Ramon é o provável substituto.

O meia Carlos Eduardo, recém-contratado e já regularizado, é uma nova opção para o treinador. Já o zagueiro Wallace iniciou os treinos físicos na quarta-feira e só deve está disponível contra o Atlético-GO, no dia 8 de julho. 

Probabilidades

Com dois pontos separando os rivais, a matemática dos dois times é para sair da zona de rebaixamento. Se vencer, o Vitória ultrapassa o Bahia, mas não garante a saída do tão temido Z-4. Uma combinação precisa acontecer: o São Paulo perder do Flamengo no Rio de Janeiro e o time baiano tirar a diferença do saldo de gols, que atualmente é de sete tentos a favor dos tricolores paulistas.

Já o Bahia, se vencer, tem uma probabilidade maior de deixar o Z-4. Para isso, bastaria que o São Paulo, ou o Sport - diante do Atlético-PR na Ilha do Retiro - empatassem. Além disso, derrotas do Atlético-MG, ou da Chapecoense, também tirariam o tricolor da zona de rebaixamento. 

Um empate, dependendo de uma combinação de resultado, também pode tirar o Bahia dessa situação. Para tal, seria necessário o São Paulo perder para o Flamengo por três, ou mais gols de diferença. Sem a 'ajuda' do Rubro-Negro carioca um placar de igualdade manteria os dois baianos entre os quatro últimos. 

Faz tempo

O último confronto dos dois times pela Série A do Campeonato Brasileiro aconteceu em setembro de 2014, no Barradão. Na ocasião, o Rubro-Negro derrotou o rival por 2 a 1. Neste ano, os dois times caíram para a Série B. Em 2015, o BA-VI foi na segunda divisão. No ano seguinte, o Leão subiu e o Bahia continuou na divisão inferior.

Em contrapartida, o primeiro semestre deste ano foi recheado de clássicos. Foram três pelo Campeonato Baiano e dois, pela Copa do Nordeste. Foram duas vitórias do Rubro-Negro, uma do Bahia e dois empates. No campeonato estadual, o Leão levou a melhor e foi campeão. Já no torneio regional, o Tricolor eliminou o rival na Fonte Nova na semifinal e, posteriormente, levantou a taça.