E. C. Bahia

Em boa fase no Bahia, Gilberto marca mais um gol e ganha música da torcida tricolor

Atleta diz que a fase atual na carreira é fruto do "trabalho coletivo" do elenco

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

"Abre passagem o terror chegou, o Gilberto é matador". Foi assim que o atacante Gilberto foi homenageado pela torcida após marcar mais um gol pelo Bahia, na partida de ontem (16), contra o Palmeiras. O jogador agora tem oito gols em 15 jogos realizados pelo tricolor e é a referência do ataque do time. O Bahia abriu o placar, mas cedeu o empate para o time paulista e saiu com um ponto conquistado.

Sem muito tempo para lamentar o resultado, o elenco do Tricolor já se reapresentou nesta segunda-feira (17), no Fazendão. Gilberto concedeu entrevista coletiva e valorizou o elenco pela fase que vive em sua carreira. 

(Foto: Felipe Oliveira / ECBahia)

"Nada mais é que trabalho coletivo. Desde o dia que cheguei estou sendo ajudado pelos meus companheiros. Até porque o futebol é coletivo. Isso me levou a fazer os gols. Fico feliz pelo meu rendimento, mas também pelo rendimento o grupo. A gente está triste de ver o torcedor chateado com o empate. Mas a gente se cobra bastante para não deixar isso acontecer novamente. Tivemos uma conversa depois do jogo, tivemos uma cobrança. A gente sabe que daqui em diante será importante somar mais pontos", falou.

Nesta quinta-feira (20) o Tricolor muda a chave e foca na Copa Sul-Americana. Às 21h45, a equipe recebe o Botafogo, na Fonte Nova, pelas oitavas de final da competição. O atacante comentou sobre as dificuldades da partida. "A gente está jogando em casa, temos que continuar da mesma forma que a gente vem fazendo. Buscar sempre fazer os gols e ter superioridade dentro de campo, que é o mais importante. Claro que vai ser um pouco difícil. Futebol hoje evoluiu bastante. Sabemos como a outra equipe joga, mas temos que fazer nossa parte", disse.


A sequência de jogos voltou a ser pauta e o goleador disse que o Bahia já passou por situação pior em 2018. "Jogamos 12 jogos consecutivos, sem uma semana de descanso. Agora teremos mais tempo. Vamos dar prioridade a todas as competições. São competições importantes para a gente. Tem uma coisa mais internacional que o Bahia ainda não conquistou um título. Temos totais condições de chegar e ser campeões. A gente viu os clubes que estão envolvidos, nenhum pode ser apontado como favorito. Nosso grupo é competitivo. Temos condições de vencer essa competição".