E. C. Bahia

Libertadores? Chance é mínima, mas há; veja o que o Bahia precisa

'Se tem G9 e estamos em 11º, não jogamos a toalha', diz o técnico Paulo Cézar Carpegiani

Gabriel Rodrigues, do Correio 24h
- Atualizada em

A derrota por 1x0 para a Chapecoense, na despedida do Bahia na Fonte Nova em 2017, freou a empolgação tricolor por uma vaga na Copa Libertadores depois de 29 anos de ausência. Porém, o Esquadrão chega à última rodada do Brasileirão ainda com chance de voltar a disputar a principal competição do continente. O tricolor enfrenta o São Paulo, domingo (3), no Morumbi.

Na 11ª colocação, com 49 pontos, a tarefa é bastante complicada. Para conseguir a façanha, o Bahia precisa torcer para que Grêmio e Flamengo conquistem os títulos da Libertadores e da Sul-Americana, respectivamente, transformando em G9 o grupo de classificados para a Libertadores pelo Brasileirão.

Além disso, o tricolor tem que vencer o São Paulo e torcer para que, no mínimo, dois dos seguintes resultados aconteçam: Atlético-MG não ganhe do Grêmio, Chapecoense não ganhe do Coritiba e o Botafogo perca do Cruzeiro. Os três concorrentes jogam em casa.

Há uma outra possibilidade, ainda mais improvável, caso só o Grêmio ou só o Flamengo seja campeão. Neste caso, o G7 vira G8, e a única chance do Bahia ir para a Libertadores é se os três resultados do parágrafo anterior acontecerem. Caso Grêmio e Flamengo não sejam campeões, a chance do Bahia é zero, pois o tricolor não alcança mais o Vasco, sétimo colocado com 53 pontos. Neste caso, a vaga na Copa Sul-Americana 2018 está assegurada.

O técnico Paulo Cézar Carpegiani mantém o otimismo. “Se tem (possibilidade de) G9 e estamos em 11º, não jogamos a toalha”, disse logo após a partida contra a Chape. “Vamos treinar nesta semana visando a partida contra o São Paulo. Depois, a gente vê o que acontece”.

O Grêmio está na final da Libertadores e venceu o jogo de ida contra o Lanús por 1x0, em Porto Alegre. A decisão é quarta-feira (29), na Argentina, portanto, antes da última rodada do Brasileirão. Já o Flamengo está na semifinal da Sul-Americana e ganhou do Junior Barranquilla por 2x1, no Rio. O jogo de volta é quinta (30) - e a final será nos dias 6 e 13 de dezembro. Com isso, o Bahia entrará em campo contra o São Paulo sabendo se ainda terá chance de obter a vaga na Libertadores ou não.