E. C. Bahia

Mais de 35% dos gols sofridos pelo tricolor saíram de falhas individuais

Na partida contra o Vasco, o treinador interino Preto Casagrande vai ter o retorno de Lucas Fonseca

Gabriel Rodrigues, do Correio 24h
A goleada sofrida para o Atlético-PR, na abertura do segundo turno do Brasileirão, deixou marcas que vão precisar ser absorvidas o mais rápido possível pelo Bahia na busca da recuperação na competição. Na partida contra o Vasco, domingo (20), às 16h, na Fonte Nova, o treinador interino Preto Casagrande vai ter o retorno de Lucas Fonseca na zaga, mas a mudança mais necessária é de postura.
Mendoza foi um dos atletas que cometeram erros que resultaram em gol (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)
Dos 28 gols que o tricolor sofreu na atual Série A, 35% (dez) saíram de falhas individuais . Na última partida, contra o Furacão, foram pelo menos três gols do adversário com participação direta dos jogadores do Bahia. Situação que tem deixado os próprios atletas incomodados. 
“Não podemos perder as partidas da maneira como foi contra o Atlético-PR, respeitando a equipe deles, mas nós demos a maioria dos gols para o Atlético-PR. É corrigir os erros para fazer um bom jogo no final de semana”, disse o volante Renê Júnior, um dos responsáveis pela marcação no setor defensivo, com o mesmo tom das declarações de Preto ainda em Curitiba, após o jogo.
Custo alto
Dos sete jogos em que os adversários conseguiram fazer gols depois de erros capitais do Bahia, em apenas um o tricolor conseguiu levar a melhor e vencer o duelo. Foi contra o São Paulo, na 19ª rodada. Diante de Botafogo, Corinthians, Fluminense, Santos, Sport e Atlético-PR, a equipe amargou derrotas que complicaram a situação na tabela e deixaram o tricolor a um ponto da zona de rebaixamento. 
Autor de dois gols nos dois últimos jogos, o colombiano Mendoza acredita que os erros são normais, mas afirma que em alguns momentos falta concentração aos atletas para conquistar os resultados positivos.
“Desde que cheguei, falei para vocês e para os meus companheiros, a gente fala do jogo, e são erros nossos. Isso que a gente está cobrando. Preto fala que temos que estar ligados. A gente conseguiu estar na frente e, por erros nossos, acabou dando gols para os adversários. Isso não pode acontecer”, disse o atacante. 
“Nós sabemos que estamos jogando bem. O segundo turno vai ser muito melhor que o primeiro. Temos que manter a concentração o tempo todo. Nas bolas paradas... Bobeamos um pouco, e os gols deles aconteceram. Estamos pensando no jogo de domingo, focados. Já estamos com a mentalidade para o jogo de domingo”, finalizou o colombiano.
Mudança
Diante do Vasco, o zagueiro Lucas Fonseca volta ao time depois de cumprir suspensão, enquanto Eder desfalca o time pelo terceiro amarelo.