E. C. Bahia

Matheus Sales é apresentado e se esquiva de polêmicas: "eu escolhi o Bahia"

Volante preferiu não se envolver com polêmica do técnico Abel Braga

Fernanda Varela (fernanda.varela@redebahia.com.br)

Matheus Sales mal chegou ao Bahia e já precisou lidar com uma saia justa. Nesta quarta-feira (18), durante apresentação oficial do jogador, ele foi questionado sobre a polêmica envolvendo o técnico Abel Braga, do Fluminense, que citou que um jogador pretendido pelo time carioca surpreendeu e "trocou uma BMW por um Fusca". 

Rápido, ele deu um jeito de se esquivar do assunto. "Ele não citou nome, nem o meu ou do clube, mas achei que o projeto do Bahia seria melhor. Não sei se foi para mim. Respeito Abel e o Fluminense. O Abel é um grande técnico e o Fluminense é um grande clube, mas escolhi o Bahia e são as cores dele que vou defender", disse. 

Responsável por apresentar o volante, o diretor de futebol Diego Cerri também se posicionou. "Se essa declaração foi para o Bahia, a gente não sabe, porque ela não teve endereço. Mas a gente não precisa provar nada para ninguém. É um clube muito bem administrado, dentro e fora de campo. Fiz questão de colocar o Matheus para conversar com alguns atletas", garantiu.

Sem se apegar aos assuntos fora de campo, Matheus Sales prometeu retribuir o carinho que recebeu do torcedor desde que desembarcou em Salvador, na semana passada. "Cada um tem sua característica, seu estilo. Acima de tudo, disposição não pode faltar nunca. Marcação forte tem que ter, uma boa saída de jogo, um bom passe. Isso é essencial", avaliou.

Bolso?

Parece que a chegada de Matheus Sales era mesmo para esclarecer situações. O jogador também foi questionado sobre a fama que adquiriu no Palmeiras, por ter "colocado Lucas Lima no bolso" nos confrontos contra o Santos. Mais uma vez, ele preferiu amenizar a situação. "Isso é brincadeira da torcida. Gostam de pegar no pé do Lucas. Não tem nada pessoal, a gente até troca camisa nos jogos. Coisa de torcida mesmo" finalizou.