E. C. Bahia

Rodízio, melhor ataque e defesa menos vazada: números da campanha do Bahia no estadual

Tricolor terminou a fase de grupos na terceira colocação, com 15 pontos, e avançou para a semifinal

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última rodada do Campeonato Baiano, realizada no domingo (17), o Bahia não dependia apenas das próprias forças para avançar para a semifinal. Em Jequié, o Tricolor fez sua parte, bateu o time que leva o mesmo nome da cidade por 5 a 0 e foi ajudado por resultados de outras partidas.

(Foto: Felipe Oliveira / ECBahia)

Os nove primeiros jogos do Esquadrão no estadual foram marcados pelo rodízio estabelecido pela diretoria e pelo treinador Enderson Moreira. O sistema foi usado em seis partidas da primeira fase e o time escalado teve jogadores do sub-23, do "time B" e do time principal.

No total, 42 atletas foram usados pelo Tricolor e nenhuma escalação foi repetida no Baianão.

Veja alguns dados da campanha do Bahia na fase classificatória no Campeonato Baiano:

Foram nove jogos, com quatro triunfos, duas derrotas e três empates. O time marcou 19 gols e sofreu seis. Aproveitamento de 55,5%. Os números renderam ao Bahia o posto de melhor ataque da primeira fase, empatado com o Atlético de Alagoinhas. O time também possui a defesa menos vazada.

Em seus domínios, o Bahia realizou quatro jogos e venceu duas vezes. Empatou um e perdeu um. Na Fonte Nova marcou 10 gols e sofreu três.

Fora de Salvador, a equipe comandada por Enderson Moreira entrou em campo cinco vezes. Saiu com triunfo em duas partidas, perdeu um jogo e empatou em duas oportunidades. Marcou nove gols e levou três.