E. C. Bahia

Sem espaço no Grêmio, zagueiro Werley pode ser o novo reforço do Bahia

Jogador depende apenas de detalhes para ser anunciado como novo jogador do Esquadrão

Gabriel Rodrigues* (gabriel.rodrigues@redebahia.com.br)
O torcedor do Bahia pode ganhar uma boa notícia nos próximos dias. Um dos setores mais cobrados da equipe na temporada, o sistema defensivo deve ganhar um reforço. O clube negocia com o zagueiro Werley e o jogador pode desembarcar no Fazendão para as disputas da Copa do Nordeste e na Copa do Brasil, além do Campeonato Brasileiro da Série B. 
Aos 27 anos, Werley iniciou sua carreira no Atlético-MG e acumula passagens por equipes como Grêmio e Santos, clube que defendeu na temporada passada. Esse ano, o defensor voltou ao Grêmio, mas não está sendo utilizado pelo técnico Roger. Em conversa com torcedores através do Twitter, no mês passado, o presidente do Bahia, Marcelo Sant'Ana, chegou a revelar negociações com o jogador. 

Werley defendeu o Santos na temporada passada e não ganhado chances no Grêmio (Foto: Reprodução/TV Santos)


Na época, Marcelo contou que as conversas não avançaram. "Vamos contratar. Queremos dois atletas no estadual. Temos um grupo 100% em jogos oficiais. O Início é bom; não suficiente. Werley não quis vir. Léo, do Cruzeiro, também não. Gabriel Xavier negou por ser Série B. Nenhum era problema financeiro", explicou o dirigente, citando ainda a negativa na tentativa de contratar o meia Gabriel Xavier, do Cruzeiro, que acertou com o Sport.
Carência
O Bahia corre contra o tempo para reforçar a defesa. Na atual temporada o clube anunciou apenas a contratação de Lucas Fonseca para a posição. Ele deve fazer sua reestreia com a camisa tricolor na camisa desta quarta (23), contra o Santa Cruz, na Fonte Nova. Além de Lucas, o técnico Doriva conta apenas com os pratas da casa Robson, Éder e Dedé. O veterano Gustavo sofreu uma lesão no joelho durante o clássico Ba-Vi e vai precisar passar por cirurgia. A previsão de retorno aos gramados é de seis a oito meses. 
*Com informações do repórter Bruno Queiroz.
Correio24horas