Economia de Água

Saiba quanto cada hábito representa no consumo de água no verão

Apesar das dicas de economia de água estarem cada vez mais difundidas, colocar em prática ainda parece ser um desafio

Especial de Conteúdo
- Atualizada em

Oferecimento
O verão é o período de maior consumo de água no ano, por isso também é o momento que precisa de mais atenção no uso. De acordo com dados da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento), nesta estação o consumo aumenta em até 30%.

Apesar das dicas de economia de água estarem cada vez mais difundidas e muita gente ter conhecimento do que fazer para evitar o desperdício, colocar em prática ainda parece ser um desafio.
Para sair da teoria e ir para prática, confira aqui o quanto seus hábitos representam no consumo da água.

Durante o banho
É natural que o momento do banho seja de prazer e relaxamento e, por isso, muitas vezes esquecemos que muito tempo debaixo do chuveiro significa mais gasto desnecessário de água.

Em um banho de 20 minutos, o gasto de água pode chegar a 120 litros. Já em um banho de cinco minutos, é possível reduzir o uso da água para 30 litros de água.
Em apartamentos, no entanto, os números são mais alarmantes: um banho de 15 minutos consome 243 litros de água. Reduzindo o tempo para cinco minutos, a economia pode chegar a 162 litros.

Durante o uso da torneira
Em cinco minutos escovando os dentes ou lavando o rosto, com a torneira não muito aberta, são gastos aproximadamente 12 litros de água em casa e 80 litros em apartamento. Se fechar e enxaguar a boca com um copo d’água, por exemplo, você pode economizar 11,5 litros em casa e de 79 litros em apartamento.

Durante a descarga
Dar descarga é uma das ações do dia a dia que mais gastam água. Um vaso sanitário com válvula e tempo de acionamento de seis segundos gasta cerca de 12 litros.

Quando a válvula está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros. Por esta razão, deve-se manter a válvula da descarga sempre regulada, consertando-se os problemas assim que forem notados.

Além disso, para evitar mais necessidade de descarga, é importante não fazer o vaso sanitário de lixeira.