E. C. Vitória

Após mais de seis meses de lesão, Escudero volta a ser relacionado

Escudero lesionou o joelho no empate em 1x1 do Vitória contra o Ceará, no dia 16 de fevereiro

Ivan Dias Marques (ivan.marques@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Deixar a família em casa e ir para a concentração. Dividir quarto com um colega de profissão. Entrar no ônibus. Ajeitar meião e caneleira. Vestir calção e camisa rubro-negros. Eis uma rotina que o meia Escudero não tinha há mais de seis meses. A partir de hoje, ele começa a retomá-la. Recuperado de uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito, o argentino volta a ser relacionado para um jogo e ficará à disposição do auxiliar Éder Bastos, que comanda o Vitória neste domingo, às 16h, contra o Figueirense, no Barradão, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão ainda está sem o técnico Ney Franco, que só chega a Salvador na segunda-feira, após deixar Santiago, no Chile. Então, coube a Éder garantir que Escudero estará, ao menos, no banco de reservas.


Com a bola no pé, Escudero mostra que já está 100% curado da lesão no ligamento cruzado do joelho: amanhã, contra o Figueirense, ele volta a sentir o gosto de defender o Vitória (Foto: Robson Mendes)


“Fiquei muito feliz ao ver o Escudero e o Juan treinarem. Escudero mais ainda, pela lesão que foi mais complexa. E ele treinou forte. Vamos definir a equipe amanhã (hoje), mas os dois vão estar relacionados com certeza”, garantiu o interino, após um treino com os reservas, ontem, em Pituaçu. Os titulares na derrota por 2x0 contra o Coritiba, na quarta-feira, fizeram apenas uma atividade regenerativa. Escudero lesionou o joelho no empate em 1x1 do Vitória contra o Ceará, no dia 16 de fevereiro, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Nordeste. Passou por uma cirurgia e já vinha tendo contato com bola há quase um mês. Ainda assim, a tendência é que ele fique como opção no banco de reservas. Telefone

Já Juan está afastado desde 18 de maio, quando lesionou o músculo adutor da coxa direita na derrota por 1x0 contra o Palmeiras, em Pituaçu. A previsão era que o lateral-esquerdo ficasse afastado dois meses, mas a recuperação foi aquém do esperado. A condição física de Juan é superior à de Escudero e não será surpresa se ele começar a partida contra o Figueirense, na lateral ou no meio, onde Ney o escalou algumas vezes. “A gente tem se falado pelo telefone, hoje (ontem) à noite, vou conversar com ele novamente”, afirmou Éder sobre as conversas com Ney Franco para definir o time titular.


Matéria original: Jornal Correio

Após mais de seis meses de lesão, Escudero volta a ser relacionado