E. C. Vitória

Chapa Vitória do Torcedor define candidato à presidência

Derrotado por Viana em 2015, Ivã de Almeida tentará se eleger em dezembro

Redação Correio 24h
A chapa Vitória do Torcedor, uma das quatro que anunciaram a pré-candidatura para as eleições rubro-negras, no dia 10 de dezembro, anunciou na noite de quinta-feira (10) o nome de Ivã de Almeida como representante do grupo para concorrer à presidência do clube.
O engenheiro, advogado e professor Ivã de Almeida, 61 anos, foi candidato também nas eleições de março de 2015, quando os conselheiros elegeram Raimundo Viana para cumprir o mandato-tampão após a renúncia de Carlos Falcão.

"É a decisão mais difícil da minha vida: ser presidente do Esporte Clube Vitória. A responsabilidade é muito grande, mas me sinto bastante preparado. Quero deixar registrado que não caí de paraquedas. Participo ativamente do Vitória. Em 2005, assumi a divisão de base, a convite de Sinval Vieira, e fomos campeões em todas as categorias. Também implantei o ensino fundamental na FBE (Fundação Baiana de Engenharia) para receber os garotos da divisão de base. Nunca cobrei um centavo do clube", disse Ivã durante a reunião que o escolheu como representante da chapa. Minutos antes, o conselheiro Roberto Watt, que era o outro potencial pré-candidato do grupo, alegou problemas familiares e retirou sua intenção de concorrer.
O ex-vereador Agenor Gordilho é o candidato a vice da chapa, que tem o apoio dos ex-presidentes Ademar Lemos e Jorginho Sampaio e do ex-diretor Sinval Vieira, entre outros. O advogado Paulo Catharino Gordilho Filho já tinha sido anunciado como concorrente da chapa à presidência do Conselho Deliberativo.
Correio24horas