E. C. Vitória

Com Mancini no comando, Vitória encara o Cruzeiro no Mineirão

Após sequência de quatro derrotas, Leão precisa vencer para reagir no Campeonato Brasileiro

Gabriel Rodrigues, Correio 24 horas (gabriel.rodrigues@redebahia.com.br)

O clima não é dos melhores, mas os jogadores do Vitória vão precisar deixar tudo de lado quando entrarem em campo neste domingo (30), às 19h, contra o Cruzeiro, no Mineirão. Lutando para voltar a vencer depois de quatro rodadas e em processo de reformulação no departamento de futebol, o time busca um novo começo no Brasileirão e terá seu principal destaque à beira do campo. 

Anunciado durante a semana, Vagner Mancini volta a comandar o time dez meses depois de deixar o cargo, no ano passado. O treinador chega com a missão de arrumar a casa, resgatar o futebol do Leão e salvar o rubro-negro da queda para a Série B. 

(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

“Vai ser um processo penoso, vamos ter que queimar etapas e superar obstáculos, então vai ser importante ter o torcedor com a gente”, disse o treinador. “O torcedor até aceita que você perca uma partida, o que ele não aceita é que não tenha luta. Isso faz com que o torcedor jogue junto. O que eu tenho a dizer nesse momento, é que a reconstrução do Vitória depende de todas essas pessoas que estão aqui”, continuou Mancini.

O treinador ainda tem dúvidas sobre o time que vai a campo, mas o torcedor rubro-negro verá uma equipe modificada. Mancini só vai divulgar a escalação minutos antes de a bola rolar, mas confirmou a estreia do lateral-esquerdo Juninho, recém-contratado, e a manutenção da zaga com Kanu e Wallace. Já no meio-campo, o zagueiro Ramon foi testado como volante e pode atuar na função.  

No gol, o técnico está na dúvida entre manter Caíque como titular ou promover o retorno de Fernando Miguel. Outra novidade será a presença do meia-atacante Danilinho no banco de reservas.  

“Todos eles sabem jogar, aqui no Vitória vi atletas com uma qualidade muito grande. A opção do Ramon por volante foi porque não vi em nenhum outro atleta, a capacidade do Willian Farias, que todo mundo sabe que é um dos líderes do grupo. Não posso abrir mão da marcação ali quando a gente não tem a bola, principalmente quando você tem que reagir no campeonato”, explicou o comandante.  

Jejum incômodo

Além de encerrar a sequência de resultados negativos, o Leão entra em campo para quebrar o jejum contra a Raposa. O Vitória não vence o Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro há sete anos. O último triunfo aconteceu em 2010, no Ipatingão, em Minas Gerais. De lá para cá, foram sete encontros, com seis vitórias do time celeste e um empate.

O último encontro entre os dois times aconteceu no ano passado. No Barradão, o Cruzeiro levou a melhor e venceu o Leão por 1x0. O gol foi marcado pelo zagueiro Dedé.

No histórico geral,  o time mineiro também leva vantagem. Em 34 jogos, são 21 triunfos do Cruzeiro, sete do Vitória e seis empates.