E. C. Vitória

De virada, Vitória bate a Portuguesa e está na próxima fase da Copa do Brasil

Próximo adversário do Leão na competição será o Cruzeiro

Correio 24h
- Atualizada em
O Vitória venceu a Portuguesa de virada na noite desta quinta-feira (19) por 3 a 1, no Barradão, se classificando para a próxima fase da Copa do Brasil. O próximo adversário será o Cruzeiro. A Lusa saiu na frente, com Diogo Gonçalves, mas o rubro-negro empatou ainda no primeiro tempo, com Diego Renan, cobrando pênalti. Marcelo sacramentou a virada no início da segunda etapa, para alegria do torcedor, e Kieza, já aos 37, fechou o placar.
O Vitória começou levando pressão da Portuguesa e acabou permitindo que o time visitante abrisse o placar aos 17 do primeiro tempo.  Pela direita, Digão avançou até a linha de fundo e cruzou para Diogo Gonçalves, livre, cabecear para as redes. Depois de levar perigo com o mesmo Diogo Gonçalves, em lance cortado por Ramon, a Lusa conseguia sair na frente no Barradão.
A Portuguesa teve chance de ampliar aos 29. Gustavo Tocantis ganhou de Victor Ramos, avançou, mas Fernando Miguel saiu bem e conseguiu abafar o lance. O Vitória tentou responder com Kieza, em dois lances,  mas chegou ao empate aos 41, em cobrança de pênalti. A arbitragem sinalizou impedimento depois que Cesinha tocou com mão a bola dentro da área, depois de chute de Leandro Domingues. Diego Renan cobrou muito bem e deixou tudo igual.
O empate por 1 a 1 ainda favorecia o time paulista e por isso o Leão tentou pressionar para virar ainda no primeiro tempo. O rubro-negro cresceu e aos 46 quase veio o gol. Alípio invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, mas Luis Carlos conseguiu fazer a defesa.
No início do segundo tempo, a Portuguesa arriscou com Gustavo Tocantins, que acabou mandando por cima do gol. O Leão respondeu com Kieza, que chutou cruzado. E aos 4 minutos veio a virada: Alípio cruzou para Kieza, que concluiu de cabeça para grande defesa de Luis Carlos. Mas o rebote caiu nos pés de Marcelo, que chutou forte e fez o segundo gol rubro-negro no Barradão.
O jogo deu uma diminuída no ritmo após o segundo gol do Leão. Diego Renan, de fora da área, quase surpreendeu o goleiro da Lusa. Mas aos 37 Kieza recebeu de Amaral e, mesmo sem pegar muito bem, chutou cruzado, fazendo o terceiro e deixando o Vitória tranquilo no jogo.
Correio24horas